SIGA O EM

Manifestantes protestam contra Cunha no Centro de BH

Cerca de 100 pessoas se reuniram no quarteirão fechado da Praça 7

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/11/2015 20:00 / atualizado em 13/11/2015 20:51

Landercy Hemerson

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Cerca de 100 pessoas participaram no quarteirão fechado da Rua Rio de Janeiro entre a Praça 7 e a Rua Tamóios de uma manifestação denominada de ato cultural contra o presidente da Câmara dos Deputaados, Eduardo Cunha. Com poesia e música, os manifestantes pedem a saída de Cunha da presidência da Casa.

A estudante Bruna Matos, do Movimento Levante Popular da Juventude, um dos grupos participantes, explica que em todo país estão ocorrendo manifestações contra Cunha, coordenados pela Frente Brasil Popular. Em Minas, o movimento quem luta educa está a frente das manifestações e decidiu por um ato cultural.

Ainda segundo a estudante, além da questão do envolvimento de Cunha em corrupção, ela chama atenção para o fato de que Cunha colocou em votação o PL 5069 que transforma em crime contra a vida o anúncio de meios, substância, processo ou objetos abortivos e que trata de forma diferenciada a questão do estupro e da violência contra a mulher.

Um grupo de jovens fez uma performance simulando a violência sexual praticada contra as mulheres. Cerca de quatro moças se passaram por cadáveres e suas pernas estavam sujas de sangue, como se estivessem sido violentadas.

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600