SIGA O EM

Jatene: política das oligarquias deve ser 'varrida'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2014 16:01 / atualizado em 26/10/2014 16:37

Agência Estado

Belém - O candidato do PSDB ao governo do Pará, Simão Jatene, afirmou no final desta manhã, ao votar em uma escola de Belém, que a forma usada pelas oligarquias para fazer política deve ser varrida do País. Jatene é o atual governador e tenta se reeleger. Seu adversário é Helder Barbalho (PMDB), filho do senador e ex-governador do Estado Jader Barbalho.

"Não dá para se imaginar a velha forma de fazer política, em que as oligarquias se acham capazes de impor, ou pelo temor ou pela compra, a sua vontade. Eu acho que isso tem que ser varrido deste país", disse.

Jatene explicou que ele não defende a destruição dos adversários. "As pessoas, não. Eu acho que as pessoas têm que continuar, até para fazerem uma revisão das suas histórias e compreenderem o quanto mal já fizeram para este País, o quanto mal já fizeram para este Estado", afirmou.

Na eleição presidencial, Jatene disse que Aécio Neves, de seu partido, representa tudo o que ele pensa para o Pará. "Eu acho que o Aécio, neste momento, representa também tudo isso que nós estamos aqui discutindo. Eu sempre digo o seguinte: você não pode ter uma visão maniqueísta de mundo. Mas o que é fato: ética e política podem nunca ter sido irmãos siameses na história da humanidade. Mas não dá para serem inimigos mortais, como está acontecendo recentemente no Brasil e particularmente aqui no Pará."
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600