SIGA O EM

Triângulo Mineiro: dia tenso com apreensão e denúncias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2014 12:37 / atualizado em 26/10/2014 12:43

Agência Estado

O domingo de eleição começou tenso no Triângulo Mineiro, região considerada estratégica pelos candidatos e onde Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) estiveram por várias vezes nas últimas semanas em campanha. Em Uberaba, ainda na madrugada, petistas acusam apoiadores do tucano de forrarem as portas de alguns locais de votação com propaganda.

Eles teriam jogado panfletos que reproduzem uma pesquisa que aponta Aécio 9 pontos à frente de Dilma, além de outros que reproduzem a capa da revista Veja desta semana, que traz denúncias contra a petista e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Equipes da prefeitura local, cujo prefeito Paulo Piau (PMDB) é coordenador regional da campanha de Dilma, agiram rapidamente e, ainda na madrugada, iniciaram a limpeza de modo que os panfletos desaparecessem antes da votação.

Os petistas dizem ter achado ainda uma caixa cheia de panfletos em uma escola, no Conjunto Habitacional Alfredo Freire, e entraram com um pedido de busca e apreensão contra três locais que seriam ligados ao PSDB e que poderiam ter material de campanha.

A solicitação ainda está sendo analisada pela Justiça Eleitoral, mas outros órgãos também foram acionados, inclusive a Polícia Federal. A coordenação da campanha de Dilma em Uberaba diz já ter descoberto a gráfica que rodou os panfletos e, por isso, quer uma busca no local. Pede ainda que a polícia vá até o comitê de Aécio em Uberaba e a um restaurante, cujo CNPJ teria sido usado para pagar os panfletos.

A reportagem não conseguiu contato com a coordenação da campanha de Aécio Neves nesta manhã. Mas apoiadores do tucano negam a propaganda e garantiram que seriam os petistas que estariam em campanha na cidade, tentando fazer boca-de-urna perto dos pontos de votação. Em Uberaba, somente da Polícia Militar, são mais de 250 componentes trabalhando nesta eleição. (Rene Moreira - Especial para AE)
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600