SIGA O EM

No Ceará, candidatos apresentam propostas semelhantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/10/2014 03:55 / atualizado em 24/10/2014 08:03

Agência Estado

Fortaleza - O último debate com os dois candidatos que disputam o governo do Ceará, transmitido esta noite pela TV Verdes Mares, afiliada à Globo, não teve grandes embates. Foram três blocos, onde Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) apresentaram propostas semelhantes.

O primeiro bloco teve temas livres. Camilo escolheu Saúde. Ele citou as 25 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) construídas pelo governador Cid Gomes (Pros), padrinho da candidatura dele, e perguntou a Eunício quais as propostas para a área. Eunício respondeu que o atendimento nas unidades precisa ser ampliado e prometeu contratar 12 mil novos profissionais. "Há filas de espera. A Saúde no Ceará é dramática e precisa de um olhar diferenciado", disse o candidato do PMDB. Em seguida, afirmou que iria colocar alguém que entenda como secretário, numa crítica indireta ao atual governador, que tem o irmão Ciro Gomes, formado em Direito, como titular da pasta.

Eunício escolheu como tema os jovens chamados de "Nem-Nem", que nem estudam e nem trabalham. E questionou quais as propostas de Camilo para eles. Camilo rebateu, afirmando que, no Ceará, 86% dos jovens estão na escola. E citou a siderúrgica que está sendo construída no Estado como instrumento de ocupação desses jovens.

A crise de abastecimento d'água no estado de São Paulo foi citada por Camilo como falta de planejamento. Ele defendeu que o governo cearense está investindo em obras de convivência com a seca. Eunício aproveitou para afirmar que, como senador, trouxe o dinheiro para obras como Castanhão, Eixão da Águas e Transposição.

O segundo bloco foi com sorteio de temas. O primeiro foi exploração sexual de adolescentes. Camilo disse que o Ceará tem investido na qualificação do turismo de férias e de negócios. Também foram tratadas questões como corrupção e polícia. Ambos defenderam ampliar o número de equipes do Raio, que faz patrulhamento em motos, e aumentar a quantidades de câmeras de vigilância, além de mais diálogo com os policiais.

O terceiro e último bloco foi destinado às considerações finais. Na chegada à emissora, Eunício, que está atrás nas pesquisas, disse aos jornalistas que esperava conquistar o voto dos indecisos. Camilo, por sua vez, defendeu um debate propositivo.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.