SIGA O EM

Aécio Neves faz desabafo na TV contra "calúnias"

"As mesmas pessoas que chamaram Eduardo Campos de playboy agora me agridem. As mesmas que atacaram Marina Silva de forma cruel, agora se voltam contra mim%u201D, ressaltou

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/10/2014 06:00 / atualizado em 23/10/2014 07:28

Marcelo da Fonseca

Aécio Neves afirmou nessa quarta-feira em sua propaganda eleitoral na TV que não tem medo do PT e que a eleição de 2014 “ficará marcada pela mentira e pela calúnia”.  “De 22 peças publicitárias produzidas pela minha adversária, 19 foram para me atacar e apenas três para falar de propostas. Beneficiários do Bolsa Família estão sendo aterrorizados com a mentira de que eu iria acabar com o programa. Não vou. Vou manter o Bolsa Família. Famílias que estão inscritas no Minha Casa, Minha Vida estão recebendo ligações dizendo que irei acabar com o programa. Não vou”, disse Aécio.

Ele citou ataques de petistas aos outros candidatos. “As mesmas pessoas que chamaram Eduardo Campos de playboy agora me agridem. As mesmas que atacaram Marina Silva de forma cruel, agora se voltam contra mim”, ressaltou. “Eu não tenho medo do PT.”

O senador criticou também a divulgação nas redes sociais de informações sobre atos de agressão às mulheres, em referência a um suposto caso de agressão a sua esposa. “Me acusam de comportamento pessoal criminoso. Tentam me desqualificar. Chegam a insinuar que eu poderia ser desrespeitoso com as mulheres, ofendendo minha esposa, minha filha de 23 anos, minha mãe e todas as mulheres do Brasil. Porque tanto ódio? Tanto desrespeito?.”