SIGA O EM

Dilma reconhece que não teve voto em São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/10/2014 21:01 / atualizado em 07/10/2014 21:11

Agência Estado

A presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, foi direta na análise sobre seu desempenho eleitoral no Estado de São Paulo, no primeiro turno, onde obteve apenas 26% dos votos válidos. O candidato do PSDB, Aécio Neves, foi o mais votado no maior colégio eleitoral do País, com 44% dos votos paulistas. "O meu diagnóstico é assim simples: eu não tive voto (em São Paulo). Não tem diagnóstico mais simples e mais humilde. Diagnostico que não tive voto. A gente pode fazer todas as suposições, mas tem de partir desse princípio e buscá-lo", afirmou.

A candidata disse que deve apresentar propostas específicas para o Estado. "Eu pretendo olhar São Paulo com muito cuidado, inclusive com propostas específicas e abrir o mais possível o debate, a discussão e a comunicação com todos os setores paulistas", disse.

A presidente comemorou a vitória no Rio Grande do Sul, seu domicílio eleitoral, onde recebeu 43% dos votos válidos contra 41% de Aécio. Ela alfinetou o oponente, ressaltando que venceu também em seu Estado natal, Minas Gerais, onde o tucano foi governador por oito anos. "Quem me conhece votou em mim. Fiquei muito feliz com isso", provocou.

Dilma ressaltou que vai manter a campanha nas regiões Norte e Nordeste, onde venceu com folga, além de trabalhar em Estados nos quais derrotada. Entre eles, Santa Catarina (52,89% para Aécio e 30,76% para a petista), onde Dilma deve ir na próxima semana. "Vou lutar para ganhar em todos os estados possíveis. Não tem de não ganhar num Estado e achar que não vale (tentar virar). O Brasil é um só, todos os Estados são importantíssimos."