SIGA O EM

Agronegócio quer atenção dos dois candidatos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/10/2014 18:01 / atualizado em 06/10/2014 20:03

Agência Estado

O ex-ministro da Agricultura e atual presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, acredita que o agronegócio será tema prioritário no segundo turno das eleições para presidente da República. "Há consciência unânime de que o agronegócio é uma força importantíssima para a economia e para o plano social do País", afirmou nesta segunda-feira, 6, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

Segundo Turra, o agronegócio avançou muito nos últimos anos, em parte devido aos programas governamentais, "mas agora o setor precisa manter sua competitividade". Ele considerou que esta questão deve ser o ponto central dos programas de Dilma Roussef (PT) e Aécio Neves (PSBD). "O agronegócio merece atenção dos dois candidatos e ambos irão priorizar o debate do agronegócio em torno dessas questões: competitividade, logística, infraestrutura e custo Brasil".

Ainda de acordo com Turra, os principais segmentos do agronegócio já encaminharam suas demandas aos candidatos à Presidência. Em relação ao setor de carnes, a manutenção dos mercados internacionais já abertos às exportações brasileiras e o reconhecimento da segurança sanitária da produção do País são os assuntos centrais da pauta.

Turra descartou a ideia de que o agronegócio tivesse algum receio em relação à candidata Marina Silva (PSB). Disse que o setor também não deve se posicionar neste segundo turno. "O importante é que eles (os candidatos) atendam os pontos que foram apresentados em seus programas de governo", concluiu.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.