18°/ 23°
Belo Horizonte,
26/OUT/2014
  • (13) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Seis trechos da BR-381 já têm vencedores em licitação para duplicar a rodovia Para que as obras sejam iniciadas pelas empresas vencedoras das licitações basta a assinatura das ordens de serviço, mas o Dnit não informa quando isso será feito

Leonardo Augusto

Publicação: 11/09/2013 06:00 Atualização: 11/09/2013 08:23

BR-381, conhecida como Rodovia da Morte, será duplicada nos 305 quilômetros que separam Belo Horizonte de Governador Valadares  (Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
BR-381, conhecida como Rodovia da Morte, será duplicada nos 305 quilômetros que separam Belo Horizonte de Governador Valadares

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) encerrou as licitações para a duplicação de mais dois trechos na BR-381, entre Belo Horizonte e Governador Valadares, a Rodovia da Morte. Com isso, seis do total de 11 lotes em que a obra foi dividida já têm vencedor. Ao todo, a quilometragem dos trechos em que as obras já podem começar soma 172,6 quilômetros, de um total de 305 quilômetros. Até o momento, considerando os lotes já licitados, a duplicação está custando R$ 1,409 bilhão.

Os últimos dois percursos que tiveram a disputa encerrada são os mais extensos dos 11 lotes em que a obra foi dividida. Um fica entre o entroncamento da rodovia com a BR-116, em Governador Valadares, até o entroncamento para acesso a Belo Oriente, um total de 72,8 quilômetros, e desse ponto até a entrada para Jaguaraçu, trecho com 60,2 quilômetros. Ambos já tinham vencedores definidos, mas empresas derrotadas apresentaram recursos, todos negados pelo Dnit. O departamento não informou ontem as datas previstas para assinatura dos contratos com os vencedores de todas as licitações já encerradas.

Os outros quatro trechos da BR-381 que já tiveram a licitação concluída e esperam apenas a assinatura das ordens de serviço para começarem a ser duplicados são os que ficam entre o acesso para Jaguaraçu e o Ribeirão Prainha, os túneis próximos a Rio Piracicaba e à cidade de Antônio Dias e o percurso entre o Rio Una e o entroncamento para Caeté.

O percurso próximo a Governador Valadares será duplicado pelo consórcio formado pelas empresas Isolux/Corsán/Engevix, que registrou proposta de R$ 210,8 milhões. O Dnit fixou preço máximo de R$ 230,1 milhões para o trecho, gerando, portanto, economia de R$ 19,3 milhões. O percurso seguinte ficará com o mesmo grupo, que pediu R$ 237 milhões para a obra. Nesse caso, o teto fixado pelo governo federal foi de R$ 269,9 milhões, com custo reduzido, portanto, em R$ 32,9 milhões. O Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que rege a licitação da BR-381, estabelece o modelo adotado na disputa. O valor fechado pelo governo não é divulgado. A empresa que oferecer preço mais baixo vence. Caso todas as propostas fiquem acima, o Dnit convida os participantes para negociação. Na hipótese de os preços não serem reduzidos, a concorrência é cancelada.

Suspensos

Dos 11 trechos, quatro tiveram a licitação suspensa porque os preços ficaram acima do estabelecido como teto pelo governo federal e não houve negociação para reduzi-los. São os percursos entre o Ribeirão Prainha e o entroncamento para o acesso sul de Nova Era; desste ponto até João Monlevade; do entroncamento para acesso a Caeté até a MG-020, nos quilômetros 427 e 445; e no mesmo trajeto, a partir do quilômetro 445 até o 458,4. Apenas um trecho segue em fase de recurso: o que liga João Monlevade ao Rio Una.

Os envelopes com as propostas para a obra de duplicação da BR-381 foram abertos entre 13 e 17 de junho. Em visita a Varginha, Região Sul de Minas, há cerca de dois meses, a presidente Dilma Rousseff afirmou que os contratos com as empresas começariam a ser assinados em setembro. A expectativa é de que as obras sejam iniciadas em outubro. A licitação para a duplicação da rodovia entre Belo Horizonte e Governador Valadares, no formato RDC, teve dois atrasos. O primeiro em 21 de janeiro de 2013, por pressão de empreiteiras que não concordaram com partes do edital. Com o atrito, o governo federal suspendeu a disputa para seis dos onze lotes. No mês seguinte, pelo mesmo motivo, a licitação para os outros cinco lotes também foi paralisada.

Esta matéria tem: (13) comentários

Autor: Warley Alves
Estamos falando da BR381, eu só acredito depois de pronta. O PT é tão corruPTo que é capaz de trabalhar só até eleição do ano que vem, igual a MG 050 que está cheia de placas de duplicação e não tem ninguém trabalhando. Esta é uma mentira do Sr. Zé gotinha e pedágio caro R$ 4,40 cada. | Denuncie |

Autor: Mário Sampaio
Pessoal, agora sai mesmo esta duplicação,não existe nada mais pendente para o início das obras,só falta a assinatura pq já passaram os dois meses por lei que tem que respeitar,a qualquer momento estaremos vendo máquinas e mais maquinas nesta rodovia,oposição não deve estar gostando. | Denuncie |

Autor: joao batista noia
Agora vem um certo Deputado estadual dizendo que foi ele con consegui está duplicação filho veio não tem pai basta o dinheiro do povo voltar para o povo em obras vem um deputado desclassificado dizendo foi eu que consegui está obra meu povo,,é isto é podre amigo... | Denuncie |

Autor: andre correa
Finalmente um governo consegue iniciar esta duplicação tão necessária. Obrigado DILMA, obrigado PT. Aos críticos e derrotistas, resta lamentar. | Denuncie |

Autor: fernando fernando oliveira botelho
Ainda não acredito, essa estrada não será duplicada, isso tudo é conversa fiada do PT !!!!!!!!!!!!!! | Denuncie |

Autor: Voltaire Lemos
Seis trechos da BR-381 já têm vencedores em licitação para a duplicação? Não fiquemos felizes com isso, pois do jeito que esse país está e, com o PT e o Dnit no meio... putz... a probabilidade de não dar em nada, mais uma vez, é grande. | Denuncie |

Autor: ADEMILSON AGUSTINHO
Mas eu só acredito....Vendo!;com tamanha incompetencia do Governo Federal, governo que só visa 2014; querem usar a BR-381 com palanque para 2014, sendo que se iniciá-la agora só teremos uns 20% prontos na campanha eleitoral; e será que continua depois? | Denuncie |

Autor: Glayson Silva
Tenho que concordar com você Joao neto. Os governos anteriores são realmente incomparáveis. Que o diga O Jose Dirceu, Lula, Fernandinho beira mar, escadinha, Marcos Valerio......Tenha paciência.... Nunca o Brasil foi tão assaltado....Esses nomes ai que citei deveriam estar todos na cadeia...Vergonha. | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
Muito bem ! É o governo do PT fazendo tudo que, secularmente, todos os anteriores foram incapazes de fazer. PT saudações . . . | Denuncie |

Autor: Marcone Mendes
Será que agora termina essa novela, onde o final antes das duplicações são sempre os mesmos, mortes, mortes e mais mortes? | Denuncie |

Autor: Mario Silva
Nivelando as informações. Que todo mundo já sabe que essa rodovia é um lixo em toda a sua extensão não é novidade. Só que o lote da MG-20 (leia-se Av. Cristiano Machado) até o trevo de Caeté, que é o crítico dos críticos está suspenso. Teremos que cobrar muito para conclusão nos próximos 200 anos. | Denuncie |

Autor: Luiz Eduardo
Com essa rodovia duplicada, acredito que o número de acidentes com morte irá aumentar, pois a irresponsabilidade da maioria dos motoristas será realçada pelo apelo à velocidade. | Denuncie |

Autor: sebastiao dipaula
Como é difícil realizar obras de interesse nacional no Brasil, principalmente, quando se trata de MG, segunda feira chegeui do RJ, passando pela serra de Teresópolis, só boas estradas, chega em Minas é uma tragédia, não compreendo porque tanta má vontade com MG, será que somos de outra galáxia? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.