Prefeitura de Belo Horizonte terá mais duas secretarias

Depois de votar o reajuste, os vereadores aprovaram a criação da Secretaria Especial de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas e o cargo de secretário extraordinário para a Copa do Mundo.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 19/12/2012 06:00 / atualizado em 19/12/2012 07:08

Juliana Cipriani /

Em vez dos atuais 15, a Prefeitura de Belo Horizonte terá a partir do ano que vem 17 secretários, que já iniciam no cargo com o novo salário. Depois de votar o reajuste, os vereadores aprovaram a criação da Secretaria Especial de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas e o cargo de secretário extraordinário para a Copa do Mundo. Os parlamentares fecharam o ano aprovando também um projeto de emenda à Lei Orgânica que transforma os educadores infantis em professores, fazendo com que eles tenham as mesmas garantias do cargo.

A secretaria anticorrupção vai custar mais R$ 640.396,99 aos cofres públicos por ano, com a criação de 15 cargos: um secretário especial, nove assessores e quatro assistentes. Ela terá funções semelhantes às da Advocacia Geral da União, porém no âmbito municipal, incluindo a atribuição de desenvolver mecanismos para prevenir o mau uso do dinheiro público. Já o cargo de secretário especial para a Copa do Mundo traz junto um pedido de crédito adicional de R$ 207.894,57 para custeá-lo.

O veador Adriano Ventura (PT) criticou as novas estruturas, que, segundo ele, vão gerar custo adicional, sendo que a administração pública já teria quadros para exercer as mesmas funções.

O líder do governo, Ronaldo Gontijo (PPS), afirmou que uma estrutura contra a corrupção é necessária nos dias de hoje. “Auditoria e ouvidoria não são suficientes, é preciso ter um instrumento para propor uma ação mais efetiva”, disse. Sobre o secretário da Copa, Gontijo disse que todas as cidades- sede do evento já criaram o posto e que ele só vai durar um ano e meio. A emenda é adicional ao projeto que transformou 4.900 cargos de educadores em professores da educação infantil e trouxe a tabela salarial da categoria, que vai de R$ 1.186,85 a R$ 2.349,88.