SIGA O EM

Saúde Pública

Pós-Graduação em Saúde Pública: aposte as suas fichas

Se você está pensando em seguir esse caminho, a pós-graduação em Saúde Pública enriquece o seu currículo.
Una Virtual - A vida pede flexibilidade. Invista seu tempo em ensino à distância.

Conteúdo patrocinado
Una Virtual

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1062949, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'P\xf3s-Gradua\xe7\xe3o em Sa\xfade P\xfablica: aposte as suas fichas', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/08/04/791052/20160804141610120657u.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 04/08/2016 11:19 / atualizado em 04/08/2016 14:48

Já faz um tempo que a graduação não é mais o fim da vida acadêmica, afinal, o diploma de um curso superior, por si só, não é um diferencial para o mercado de trabalho. Por esse motivo, muitos profissionais buscam alternativas para se destacar na carreira. Na área da saúde, por exemplo, a pós-graduação em Saúde Pública é uma excelente alternativa para enriquecer o currículo daquele profissional  que  almeja  sucesso profissional.

 

Divulgação
 

 

São inúmeros os motivos  que levam os profissionais da área de saúde a procurar uma  pós-graduação em Saúde Pública.

Destaque para o enriquecimento do currículo, falta de profissionais para atuar em diversos segmentos, falta de profissionais bem treinados e capacitados, especialização em diversos temas, atuação como pesquisador, a possibilidade de se tornar um gestor,  decisor político,  educador e a  responsabilidade e desafio de desenvolver e implementar intervenções para a melhoria da saúde em qualquer lugar.

A  pós-graduação em  Saúde Pública possibilita ao profissional  colaborar de alguma forma para o bem-estar do próximo.

A Saúde Pública é uma área bem delicada que tem ficado cada vez mais precária pela falta de profissionais para atuar em seus diversos segmentos.

Para se ter uma ideia, de acordo com a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), hoje existem apenas 450 mil profissionais nessa área da saúde no país. Isso corresponde a um número bem  inferior ao que preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS).  Hoje existem apenas  0,99 enfermeiros para cada mil habitantes. O ideal seria pelo menos 4 profissionais para atender  toda essa gente.

Quanto mais profissionais se  qualificarem com pós-graduações em Saúde Pública, mais pessoas especializadas contribuirão para o  bom funcionamento da área. Existirão também mais pessoas competentes, que serão formadas para pensar em políticas públicas eficientes.

 

Acesse o site da Una Virtual e saiba mais sobre cursos de graduação e pós-graduação à distância.