SIGA O EM

Prefeitura vai tapar buracos usando R$ 10 milhões arrecadados com multas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 13/07/2017 16:31

Agência Estado

O vice-prefeito e secretário de Prefeituras Regionais, Bruno Covas, anunciou nesta quinta-feira, 13, que a gestão vai utilizar R$ 10 milhões para tapar buracos da capital paulista no próximo mês. A verba foi arrecadada com multas de trânsito pela Companhia de Engenharia do Tráfego (CET).

A liberação de recursos nos outros meses depende da aprovação do conselho gestor do Fundo Municipal de Desenvolvimento de Trânsito (FMDT). Covas disse que os recursos para um mês já foram liberados pelos conselheiros. Segundo ele, esta é a primeira vez na história que se usa verba do Fundo para tapar buracos.

De acordo com o vice-prefeito, a administração municipal já sabia desde janeiro que o valor destinado à Operação Tapa Buraco seria suficiente somente para o primeiro semestre do ano. Para os próximos seis meses, a Prefeitura vai buscar ainda o apoio do Ministério das Cidades e do governo estadual.

No início de junho, um levantamento feito pela reportagem no sistema de execução orçamentária da Prefeitura constatou que as 32 prefeituras regionais liquidaram, entre janeiro e abril, apenas 14% dos R$ 231,7 milhões previstos em manutenção de vias e áreas.

Covas afirmou nesta quinta que as prefeituras regionais gastaram até agora R$ 112 milhões que estavam orçados para a operação neste ano. "A Vila Prudente, no final de maio, teve que suspender os trabalhos de Tapa Buraco porque havia apenas uma equipe de trabalho (para toda a região da Prefeitura Regional). Isso mostra a falta de planejamento do orçamento", disse.

Aporte emergencial

Com os R$ 10 milhões, a Prefeitura pretende ampliar a atual produção mensal de massa asfáltica de 12 mil toneladas para 20 mil toneladas.

"Este é um recurso extra que vem do fundo de multas da CET e que vai permitir ampliar de 12 mil toneladas para 20 mil toneladas, por mês, a quantidade de asfalto usada na operação. Entendemos e sabemos que esta é uma questão que a população coloca como prioritária e uma reclamação recorrente da população", afirmou o vice-prefeito.

Somente no primeiro semestre de 2017, a Prefeitura recebeu mais de 78 mil reclamações sobre buracos na cidade no canal de denúncias 156. De acordo com Covas, no mesmo período, a gestão tapou 93.141.

Os buracos na Avenida Sapopemba, na zona leste, são o primeiro alvo desta etapa com uso de recursos emergenciais para o Programa Tapa Buracos. A partir deste sábado, 15, as falhas na via serão reparadas com uma semana prevista para conclusão.

Recapeamento

O vice-prefeito destacou que o serviço é "paliativo", já que a obra "estruturante" do asfalto é o recapeamento. "Já conseguimos R$ 210 milhões para a ação de recapeamento, recursos que também são da CET já aprovados na última reunião do conselho", disse.

Além dessa verba, Covas afirmou que haverá doação ainda de R$ 40 milhões. O edital para contratação de equipes está em análise pelo Tribunal de Contas do Município (TCM).

(Juliana Diógenes)
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600