SIGA O EM

Portador do vírus HIV que fazia sexo sem camisinha se apresenta à Justiça

Empresário diz ser soropositivo e ter transmitido a doença para duas ex-companheiras, mas nega que tenha feito sexo sem preservativo com o intuito de infectar parceira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1132658, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Reprodu\xe7\xe3o/Facebook ', 'link': '', 'legenda': 'Renato Peixoto Leal Filho, de 43 anos, foi denunciado por les\xe3o corporal grav\xedssima', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/07/04/881266/20170704152405426566e.JPEG', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 04/07/2017 15:16 / atualizado em 04/07/2017 15:49

Agência Estado

Reprodução/Facebook

O empresário Renato Peixoto Leal Filho, de 43 anos, denunciado por lesão corporal gravíssima por tentar contaminar parceiras sexuais com o vírus HIV, apresentou-se na segunda-feira, 3, à Justiça. Ele fazia sexo sem preservativo mesmo sabendo-se portador do vírus e só depois informava suas condições às mulheres. O caso veio à tona há dois anos, quando uma das vítimas procurou a polícia para denunciá-lo.

Em seguida, outra mulher prestou depoimento relatando o mesmo fato. Elas disseram que ele marcava encontros via redes sociais com mulheres e depois as convencia a ter relações sem proteção. Dizia que queria "marcar a vida" da parceira.

Em entrevista ao jornal carioca Extra, o empresário afirmou ser soropositivo e ter transmitido a doença para duas ex-companheiras, mas negou que tenha feito sexo sem preservativo com o intuito de infectar a parceira.

Existe um mandado de prisão preventiva expedido contra ele em 30 de maio. Mas o empresário não foi encontrado e passou a ser considerado foragido. A defesa de Leal recorreu e teve seu pedido negado.  Acompanhado por seu advogado, ele foi nesta segunda-feira ao cartório da 19ª Vara Criminal da capital, durante o expediente forense.

O cartório, então, orientou o empresário a comparecer à 5ª Delegacia de Polícia, no centro, para que de lá ela seja encaminhado ao sistema penitenciário. Nesta quinta-feira, 5, está agendada audiência de instrução e julgamento do caso, com a sua presença.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600