SIGA O EM

Vaquinha arrecada dinheiro para remover a palavra 'ladrão' tatuada em rosto de jovem

Segundo os organizadores da campanha, o recurso arrecadado também deve ser usado para ajudar nos custos do processo judicial contra o homem acusado de tortura

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1128027, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Facebook/ reprodu\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/06/11/875764/20170611140522143872i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 11/06/2017 13:59 / atualizado em 11/06/2017 14:52

Clarisse Souza

Facebook/ reprodução

Uma 'vaquinha' online arrecada dinheiro para realizar o procedimento de remoção da tatuagem com a frase 'Eu sou ladrão e vacilão', feita na testa de um adolescente como forma de punição por um suposto furto na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo. O tatuador e um amigo que filmou o momento em que a frase foi gravada na pele do jovem foram presos na madrugada de sábado sob a acusação de tortura.

O objetivo inicial da campanha era arrecadar R$ 15 mil. No entanto, o valor foi ultrapassado ainda na tarde deste domingo e já chegava a mais de R$ 18 mil pouco antes das 15h. De acordo com o coletivo Afroguerrilha, responsável por organizar a arrecadação do recurso, o dinheiro doado será utilizado para pagar a remoção da tatuagem e ajudar nos custos do processo judicial contra o homem acusado de tortura. Além disso, o valor também será usado para custear o tratamento psicológico do rapaz, que, segundo a família, é dependente químico.

O adolescente de 17 anos foi localizado por amigos no fim da tarde de sábado. Ele prestou depoimento à polícia e negou que tenha tentado roubar uma bicicleta, como alega o acusado de tatuá-lo. Segundo a família, o jovem foi medicado e está na casa da avó.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
alyson
alyson - 14 de Junho às 08:59
e impressionante como o brasil se fortalece na inversão de valores,se fosse o pai de uma vitima assassinada em uma assalto duvido que conseguiria R$ 10,00 para auxilio psicológico. também oque esperar sendo que os propio políticos visam seu propio ego.
 
Ronei
Ronei - 12 de Junho às 17:12
Esses caras, tatuador e filmador tem que mofarem na cadeia..., nossa justiça não pode se render há uma atrocidade dessa!
 
ANGELA
ANGELA - 12 de Junho às 16:14
Que rapidez . Este pessoal devia me ajudar com campanhas para doação de sangue e medula.
 
Marcos
Marcos - 12 de Junho às 15:07
Vivemos na terra da impunidade. A tentação a praticar justiça com as próprias mãos é grande, neste cenário. Não acredito que o tatuador faria isto gratuitamente. Claro que o pilantra negaria qualquer coisa. Não aprovo a iniciativa, entretanto. De qualquer modo, se u movimento desse tipo for feito para salvar uma vida, dificilmente atingiria tal montante em tão pouco tempo. O que conta é sempre a publicidade. |MP|
 
Thiago
Thiago - 12 de Junho às 13:08
É O FIM DO MUNDO MESMO!!! - O BANDIDO LADRAO SAIR DE BONZINHO .... POVO TEM A BANDIDAGEM QUE MERECE!
 
Heveraldo
Heveraldo - 12 de Junho às 12:20
Se fossem na testa do GM eu apoiava.
 
Fábio
Fábio - 12 de Junho às 09:42
Revoltante ver a sociedade se organizando para ajudar um LADRÃO. Não seria mais coerente ajudar as vítimas dos roubos. Se o garoto pratica roubo ou furto, o tatuador não escreveu mentira alguma. Tolerância zero para a vagabundagem ! E que um exército de tatuadores marche para o Congresso Nacional !
 
Geraldo
Geraldo - 12 de Junho às 09:28
Em eras passadas isto era comum, o ladrão ser tatuado para que todos pudessem saber que era o dito cujo, pode ser uma saída para a atual realidade em vivemos.
 
itamar!!
itamar!! - 12 de Junho às 08:11
É o fim do mundo, o filho fdp, vai assaltar, e quem paga o pato é quem paga imposto.... tem que acabar com esses direitos humanos, nunca vi nenhum deles fazendo vaquinha quando um pai de familia é morto em assalto.
 
rafael
rafael - 12 de Junho às 08:06
hum, muito interessante, esse mesmo grupo altruísta, faz vaquinha tambem para familia de policiais que morrem em servico ? ou so protegem e bandido mesmo ?? fiquei na duvida.. Vai gostar de bandido assim la longe viu .. num dou um centavo para ajudar bandido..
 
marcos
marcos - 12 de Junho às 07:13
Fala serio ! todo mundo agora vai passar a mão na cabeça do santinho!?
 
Guilherme
Guilherme - 11 de Junho às 21:57
Hipocrisia do direitos humanos
 
Paulo
Paulo - 11 de Junho às 20:01
Brasil , o País onde o poste mija no cachorro. Onde as ONGS defendem bandidos. E ainda querem que algo mude...
 
sandro
sandro - 11 de Junho às 19:42
pra custear a saude ou tratamento de alguem idoneo ninguem faz vaquinha ne. O idiota procura o crime, e quando sofre a consequencia arrepende?
 
FA
FA - 11 de Junho às 18:51
O ato foi extremamente estupido e desproporcional, só me pergunto se o grupo "afroguerrilha" já arrecadou fundos para a familia de algum trabalhador morto por bandidos?
 
Helena
Helena - 11 de Junho às 18:00
Arrecadar dinheiro para ladrão tirar tatuagem. Quem colaborar é marginal tanto quanto ele. Dane-se pra esse vagabundo.
 
Carlos
Carlos - 11 de Junho às 17:37
Muito justo, mas e a ajuda ao homem que foi assaltado por ele? A vítima não tem uma perna e mesmo assim foi covardemente assaltado.
 
valmir
valmir - 11 de Junho às 16:22
Acao entre amigos. .ladrões