Justiça decreta prisão preventiva do assassino de Glauco

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 03/09/2014 19:31 / atualizado em 04/09/2014 07:55

Agência Estado

Goiânia, 03 - O Tribunal de Justiça de Goiás informou nesta quarta-feira, 03, que o juiz Gustavo Daluf Faria, da 5ª Vara Criminal de Goiânia, converteu a prisão em flagrante de Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, o Cadu, assassino do cartunista Glauco Vilas Boas e do filho dele, Raoni Vilas Boas, em prisão preventiva "para garantir a ordem pública". Ele é suspeito de um latrocínio (matar para roubar) e de ter tentado matar outra pessoa, também para roubar.

O juiz considerou que já há indícios materiais e de autoria dos crimes por parte de Cadu. "A prova da existência do crime está consubstanciada nos depoimentos dos autos do flagrante delito, precipuamente pelo depoimento das testemunhas e condutores do autuado. A autoria se afigura robustecida, já que houve o reconhecimento por testemunhas como sendo o autuado quem efetuou a subtração dos bens e efetuou os disparos que levaram a vítima à morte".

Para o juiz, a prisão se mostra importante "para a conveniência da instrução criminal, já que, se em liberdade, pode causar toda sorte de transtornos na apuração do fato delituoso, ante a concreta indicação da personalidade criminosa".
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.