18°/ 33°
Belo Horizonte,
18/SET/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Peixes são resgatados de represa no interior de SP


Agência Estado

Publicação: 03/09/2014 19:31 Atualização: 04/09/2014 07:55

São José do Rio Preto, 03 - A remoção de filhotes de peixes do vertedouro da Represa Municipal de São José do Rio Preto (SP) ganhou uma ajuda extra da chuva nesta quarta-feira, 03. A operação de resgate e transposição de peixes, da parte baixa para a parte superior do lago 1 da represa, iniciada na terça-feira, 02, pela Prefeitura e Polícia Ambiental, deveria continuar nesta quarta, mas a chuva que caiu durante a noite, foi suficiente para elevar o nível e produzir oxigênio suficiente para que os peixinhos pudessem ficar em segurança no vertedouro.

Vinte homens da Polícia Ambiental e Prefeitura recolheram 50 quilos de filhotes -mais de mil peixes - que ficaram isolados no vertedouro do lago 1 da represa, sem condições de seguir rio abaixo ou retornar ao lago superior por causa da queda do nível de água causada pela estiagem. "O nível no vertedouro é de dois a quatro metros, mas com a seca ele estava apenas com um espelho d'água de 10 a 30 centímetros, cessando a vazão pela comporta e impedindo os peixes de descerem o Rio Preto. Com pouca água, os peixes estavam agonizando e iriam morrer por falta de oxigênio", explicou o capitão Alessandro Daleck, da Polícia Ambiental, que comandou a operação em conjunto com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Com redes de malha e tela de arrasto, os ambientalistas recolhiam os filhotes e os colocavam em baldes, que eram içados para a parte alta do lago, onde os filhotes eram soltos. A operação durou cerca de quatro horas e cerca de 50 quilos de filhotes, de diversas espécies - sobretudo tilápias, lambaris e cascudos, além de cágados - foram resgatados e colocados na parte alta do lago 1, onde a profundidade é de mais de dois metros. "Com certeza recolhemos mais de mil peixes", disse Daleck.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.