Mulher que teve traumatismo craniano ao ser agredida com cotovelada tem alta do hospital

Anderson Oliveira, acusado pelo crime, está preso em uma unidade de detenção provisória e aguarda a conclusão do inquérito

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 02/09/2014 16:37 / atualizado em 02/09/2014 17:46

Agência Estado

A auxiliar de produção Fernanda Regina Cézar Santiago, de 30 anos, que teve traumatismo craniano ao ser agredida violentamente com uma cotovelada por um conhecido, na madrugada de 16 de agosto, em São Roque, recebeu alta hospitalar na noite dessa segunda-feira. Desde a agressão, ela estava internada no Hospital Regional de Sorocaba, tendo ficado uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UIT).

A mulher vai continuar o tratamento em casa para afastar o risco de sequelas. A agressão ocorreu na saída de um baile, na região central de São Roque. As imagens, gravadas pela câmera de monitoramento de um estabelecimento comercial, chocaram a família.

Após uma discussão com Fernanda, o comerciante Anderson Lúcio de Oliveira, de 35 anos, desfere violenta cotovelada em seu rosto. A mulher cai desmaiada e, enquanto é socorrida, o agressor fuma calmamente um cigarro. Acusado de tentativa de homicídio, ele aguarda a conclusão do inquérito policial preso numa unidade de detenção provisória de São Roque.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.