Morre no Rio a cantora Cybele, uma das integrantes do Quarteto em Cy

Grupo estreou em 1964 e venceu o III Festival Internacional da Canção, em 1968, pela interpretação da canção Sabiá, de Tom Jobim e Chico Buarque

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 22/08/2014 19:06

Agência Brasil

Foi sepultado na tarde de hoje (22), no Cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio, o corpo da cantora Cybele Ribeiro de Sá Leite Freire, uma das integrantes do grupo vocal Quarteto em Cy. Ela morreu ontem (21), aos 74 anos, vítima de isquemia pulmonar, em casa, quando se recuperava de uma pneumonia.

Desde o ano passado Cybele estava afastada do grupo vocal que ajudou a formar, em 1959, juntamente com as irmãs Cynara, Cyva e Cylene, todas baianas da cidade de Ibirataia. Originalmente conhecido como As Baianinhas, o grupo já tinha adotado o nome de Quarteto em Cy quando estreou no Rio de Janeiro, em 1964, em uma boate do Beco das Garrafas, em Copacabana, na época reduto da bossa nova e da música popular brasileira (MPB).

Com o apoio de Vinicius de Moraes, o quarteto rapidamente alcançou projeção nacional e internacional. Esta, ao participar de um disco de Dorival Caymmi lançado nos Estados Unidos, Caymmi and the Girls from Bahia. Três anos depois, Cybele desligou-se do grupo e juntamente com a irmã Cynara formou uma dupla que ficou notável pela interpretação da canção Sabiá, de Tom Jobim e Chico Buarque, vencedora do III Festival Internacional da Canção, em 1968, no Rio.

O Quarteto em Cy retomou as atividades em 1972, com apenas duas das irmãs, Cyva e Cynara, entre as quatro cantoras, e só em 1980 Cybele juntou-se novamente ao grupo. No ano passado, quando se afastou definitivamente, foi substituída pela cantora Keyla Fogaça.

Em sua longa trajetória, o quarteto lançou mais de 30 discos, no Brasil e no exterior.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.