Internautas comemoram prisão de ex-médico em página de associação de vítimas

Página "Vitimas de Roger Abdelmassih e Clínica", no Facebook, dá informações sobre o caso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 19/08/2014 17:37 / atualizado em 19/08/2014 18:11

Estado de Minas

Reprodução/Facebook

Seguidores de uma página que reúne vítimas de Roger Abdelmassih no Facebook comemoraram a notícia da prisão do ex-médico. A página que tem como objetivo "unir as vítimas, agregar parcerias, obter informações, sempre com o objetivo de buscar a justiça" publicou um texto com informações da prisão na tarde desta terça-feira. Após a divulgação da notícia, internautas postaram frases como "Ele foi preso! Graças a Deus".

Abdelmassih, de 77 anos, foi preso no bairro de Villa Morra, em Assunção, uma das áreas mais caras da capital paraguaia. O ex-médico residia em uma luxuosa casa com sua mulher de 37 anos. Quando os policiais verificavam os documentos do fugitivo da Justiça brasileira perceberam que era buscado pela Interpol. A detenção ocorreu na hora do almoço.

Especialista em fertilização in vitro, o ex-médico teve o registro cassado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo depois que as denúncias de abuso sexual vieram à tona. Conhecido por atender celebridades, Abdelmassih abusava das pacientes depois de sedá-las para procedimentos de reprodução assistida.

Reprodução/Facebook
Foragido desde 2011, quando tentou renovar seu passaporte, Abdelmassih teve a prisao decretada, deixou de se apresentar e passou a ser procurado pela polícia. Segundo a Polícia Federal, após o procedimento de deportação sumária, ele dará entrada no Brasil por Foz do Iguaçu, no Paraná, por volta das 17h. O ex-médico era um dos homens mais procurados do estado de São Paulo e será transferido para lá em data a ser confirmada.

O secretário antidroga, Luis Rojas, e o diretor do Departamento de Migrações, Enrique Kronaweter, farão uma coletiva de imprensa durante esta tarde. A imprensa paraguaia chama Abdelmassih de "o doutor Terror".
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.