Polícia prende homem acusado de oferecer cursos falsos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 16/08/2014 20:19 / atualizado em 16/08/2014 20:51

Agência Estado

Rio - A Polícia Civil do Rio prendeu neste sábado (16) Sergio Aragão Filho, de 47 anos, acusado de oferecer cursos e diplomas falsos de mestrado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A prisão aconteceu durante o último dia de aula de uma turma de Ciência da Educação, mestrado profissional que tinha mensalidades entre R$ 300 e R$ 500. Aragão será indiciado por estelionato e falsificação de documentos.

No momento da prisão, na manhã deste sábado, cerca de 30 estudantes participavam das aulas. De acordo com as investigações da Delegacia Especial de Crimes Contra o Consumidor (Decon), o acusado fundou o Instituto Ômega, onde eram oferecidos os cursos de mestrado. As aulas integrariam um programa federal de ensino à distância da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Os estudantes só descobriam a fraude quando tentavam validar os diplomas, que recebiam chancelas falsas de universidades públicas. Sérgio Aragão Filho alugava salas e contratava professores para as disciplinas, e cobrava mensalidades entre R$ 300 e R$ 500 dos estudantes. O curso tinha duração de dois anos e custava, no total, cerca de R$ 9 mil. A fraude foi descoberta após mais de 200 alunos terem passado pelo curso, segundo a Polícia Civil.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.