17°/ 29°
Belo Horizonte,
23/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Recife tem ônibus queimado e filas no 1º dia da greve O Grande Recife tem dois milhões de usuários de transporte coletivo

Agência Estado

Publicação: 28/07/2014 10:07 Atualização: 28/07/2014 11:05

Os terminais de ônibus ficaram lotados na região metropolitana do Recife e um coletivo foi queimado no bairro do Barro, zona oeste da capital, na manhã desta segunda-feira, 28, primeiro dia de greve dos motoristas, cobradores e fiscais, que não tem previsão para terminar.

Uma liminar do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região determinou, no fim de semana, que 100% da frota circule nas ruas nos horários de pico - das 5h30 às 9h e das 17h às 20h. O Sindicato dos Rodoviários entrará com recurso, nesta segunda-feira, 28, por entender que a liminar fere a Constituição e o direito de greve. A multa pelo descumprimento é de R$ 100 mil por dia.

Anunciada no dia 24, a greve dos motoristas, cobradores e fiscais reivindica 10% de aumento salarial e vale-alimentação de R$ 320,00. Eles não aceitaram proposta patronal de aumento linear de 5% nos salários e no tíquete-alimentação, que é de R$ 171,00.

Pouco antes das 8h, motoristas começaram a parar no Complexo Salgadinho, no município vizinho de Olinda - sentido Recife - e os passageiros tiveram de seguir a pé. Alguns veículos tiveram pneus esvaziados e pelo menos um deles teve janela quebrada por uma pedra atirada por um passageiro revoltado.

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Grande Recife (Urbana) informou que 66% da frota está nas ruas, mas a população reclama da demora dos coletivos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.