Justiça considera ativistas inocentes e os liberta no Rio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 19/07/2014 16:31 / atualizado em 19/07/2014 17:58

Agência Estado

Dois ativistas presos temporariamente no Rio no último dia 12 e que, por serem considerados inocentes, tiveram suas ordens de prisão revogadas nessa sexta (18) pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Rio, foram libertados na manhã deste sábado (19) do Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste do Rio. A informação é da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária.

Na mesma decisão que determinou a prisão preventiva de 23 ativistas, acusados de formação de quadrilha, o magistrado revogou a prisão de Tiago Teixeira Neves da Rocha e Eduarda Oliveira Castro de Souza. Eles estavam detidos com outros três manifestantes: Elisa de Quadros Pinto Sanzi, a Sininho, Igor Pereira D'Icarahy e Camila Aparecida Rodrigues Jourdan. Esses três continuam presos porque estão entre as 23 pessoas que tiveram prisão preventiva decretada. Desse grupo, cinco estão presos e 18 são considerados foragidos.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.