12°/ 20°
Belo Horizonte,
29/JUL/2014
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Alckmin usa aplicativo de celular para prever chuvas

Agência Estado

Publicação: 07/07/2014 14:07 Atualização:

São Paulo, 07 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou um aplicativo que vem instalado no iPhone para monitorar a possibilidade de chuva nas cidades com represas do Sistema Cantareira, que vive a maior crise de abastecimento da história. Na manhã desta segunda-feira, 7, durante uma coletiva de imprensa, o candidato à reeleição ao Palácio dos Bandeirantes pediu o aparelho celular dele para informar aos jornalistas em quais dias da semana deveria chover no manancial.

Nesta segunda-feira, o Estado revelou que o Cantareira tem apenas 25% de probabilidade de se recuperar após a próxima temporada de chuvas, segundo análise estatística feita pelo comitê anticrise que monitora a seca no manancial. "Há uma expectativa de que possa chover a partir das 18h. Depois, chuva na terça-feira, na quarta-feira e na quinta", informou Alckmin aos jornalistas que o acompanhavam em uma visita técnica no Palácio Campos Elíseos - edifício que está sendo restaurado pela Secretaria de Estado da Cultura.

O governador continuou interagindo com o aparelho e aproveitou para checar a previsão do tempo nas cidades de Joanópolis, Nazaré Paulista e Mairiporã, onde ficam quatro das represas do Cantareira, Salesópolis, onde fica um reservatório do Sistema Alto Tietê.

Nesta segunda-feira, o nível do Cantareira registrou nova queda, de 0,2 ponto porcentual, chegando a 19,4% da capacidade, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Estimativas feitas pela concessionária apontam que os 182,5 bilhões de litros do chamado "volume morto" do sistema devem acabar entre outubro e novembro deste ano.

Mínima da mínima.

Segundo o governador, o Estado se preparou para ter "a mínima da mínima histórica". De acordo com ele, com esse cenário será possível ultrapassar o período seco até a temporada de chuvas, a partir do final do ano. Na semana passada, Alckmin já havia afirmado que não chove em mês que tem a letra 'r'. O governador ainda falou que outros reservatório da cidade como Rio Grande, Rio Claro e Guarapiranga começarão a fornecer água para o Sistema Cantareira.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: SERGIO DOURADO
Esses caras são uma piada sem graça,mesmo... Ficam brecando investimento em rede de água e depois é culpa da chuva!!! Olha o desperdício aí gigante e vê se falta água ou gestão.. | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
Deveria usar é o cérebro e a boa vontade em gerir melhor o Estado... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.