Piora a qualidade do ar em São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 05/07/2014 08:31 / atualizado em 05/07/2014 09:58

Agência Estado

Após 16 dias sem chuva, a cidade de São Paulo viu a qualidade do ar piorar entre ontem e anteontem. Com índice de umidade do ar abaixo dos 30%, o que já caracteriza estado de atenção, apenas uma das 16 estações de medição da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) na cidade teve a qualidade do ar classificada como boa ontem. Quatro ficaram com qualidade ruim e as demais com qualidade moderada.

A pior situação foi registrada na estação da Marginal do Tietê, na altura da Ponte dos Remédios, na zona oeste de São Paulo. A única estação com medição classificada como boa fica na Cidade Universitária, no Butantã, também na zona oeste.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o índice de umidade de ar mínimo registrado ontem foi de 27%, às 15h. O recorde negativo do ano foi verificado na terça-feira, quando a umidade chegou a 14% e o Município entrou em estado de alerta.

Segundo a Climatempo, a queda da umidade propicia a concentração de partículas poluentes no ar. Sem chuvas e com menos vento, o material particulado tende a formar as famosas "linhas cinza" de poluição no horizonte. A situação deve permanecer assim pelos próximos dias já que só há previsão de chuva para a noite da próxima segunda-feira. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.