Polícia de São Paulo prende suspeito de depredar concessionária

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 02/07/2014 10:37 / atualizado em 02/07/2014 12:17

Agência Estado

Reuters/Chico Ferreira

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira um suspeito de envolvimento na depredação de uma concessionária da Mercedes-Benz durante uma manifestação do Movimento Passe Livre (MPL) no dia 19 de junho. O mecânico João Antônio Alves de Roza, que trabalha em uma cooperativa de ônibus, foi detido em São Mateus, na zona leste da cidade. Com ele, policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) apreenderam a roupa que teria sido utilizada durante os atos de vandalismo e recolheram um computador para perícia.

A forma como Roza foi identificado e mais detalhes da prisão serão divulgados na tarde desta quarta-feira pelo delegado titular da Delegacia de Investigações sobre Estelionato (2ª DIG) do Deic.

A depredação da concessionária aconteceu no final de um ato organizado pelo MPL na Marginal do Pinheiros, na zona oeste da cidade. Inaugurada uma semana antes do protesto, a loja estimou um prejuízo de cerca de R$ 3 milhões com 12 carros danificados, entre eles um CLS 63 AMG, modelo que custa R$ 599.900. O carro mais barato entre os que foram atacados custa R$ 53.400.

Adeptos da tática Black Block aproveitaram uma caçamba de entulho que estava em frente à concessionária para pegar pedaços de madeira, ferro e pedregulhos que foram utilizados na ação.
Tags: