15°/ 30°
Belo Horizonte,
15/SET/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Agricultor ganha na Mega-Sena e faz doação a hospitais Homem quer continuar vida simples e pede anonimato. Lotérica e amigos também foram contemplados com dinheiro do prêmio

Agência Estado

Publicação: 23/06/2014 16:49 Atualização: 23/06/2014 17:01


Um agricultor de 70 anos ganhou sozinho na Mega-Sena, mas resolveu continuar levando uma vida simples no sítio onde mora, sem carro ou muito conforto, na zona rural de Figueirão, cidade de Mato Grosso do Sul com menos de 3 mil habitantes. Dos R$ 37.626.306,90 que ganhou com uma aposta no final de abril, o dinheiro foi liberado agora e parte ele já doou a amigos, parentes e hospitais que tratam do câncer, como o de Barretos (SP).

O ganhador, que pediu para não ser identificado, conta que doar dinheiro para o tratamento contra o câncer foi uma promessa que fez para o seu pai, que morreu vítima dessa doença, assim como outro familiar. Por isso, há 30 anos ele jogava na loteria e sempre os mesmos números. Sem carro, ele caminhava quase 10 quilômetros a pé toda semana para fazer uma única aposta.

Segundo ele, dessa vez abriu uma exceção e fez outras duas apostas, ambas com números aleatórios gerados pelo próprio caixa, sendo uma delas a contemplada. Por sinal, o primeiro presente foi para a casa lotérica, que ganhou um climatizador de mais de R$ 8 mil. O motivo é que, segundo o apostador, os funcionários enfrentavam muito calor no trabalho.

Para os hospitais ele doou R$ 3,7 milhões neste domingo, 22, sendo R$ 1 milhão para o Hospital do Câncer de Barretos (SP), R$ 1 milhão para o Hospital de Câncer Alfredo Abrão (Campo Grande-MS) e R$ 1,7 milhão para o Hospital Municipal de Figueirão (MS). O doador não descarta novas ajudas, pois diz que vai manter sua vida simples de morador da roça.

Importância

De acordo com o presidente do Hospital Alfredo Abrão, Carlos Alberto Coimbra, o valor recebido é muito significativo, pois no total por mês as doações recebidas não chegam a R$ 170 mil. Com esse dinheiro da loteria a instituição vai construir um local adequado para instalar o serviço de radioterapia.

Já o hospital da cidade onde mora o agricultor usará o dinheiro para adquirir um aparelho de raio X digital de última geração. O Hospital do Câncer de Barretos ainda está definindo os equipamentos a serem comprados. Diretores da instituição contaram que toda doação é muito comemorada, uma vez que a unidade opera com déficit mensal de R$ 8 milhões.

Rotina

O novo milionário não quer aparecer por motivos de segurança e porque garante que não quer ser obrigado a mudar muito sua vida. Por enquanto, pretende apenas melhorar um pouco a propriedade rural onde reside, talvez com a construção de uma piscina e uma represa para criar peixes.

O agricultor não quer contratar seguranças e alega não saber ainda o que fará com o restante do prêmio. "Deus vai cuidar", afirma. Separado da mulher e com os dois filhos morando longe há anos - um deles na Costa Rica -, ele segue usando o tradicional chapéu de palha e a botina.

Indagado se ficou mesmo muito feliz por ganhar na Mega-Sena, ele garante que sim. E diz que a prova foi o ato que fez pouco depois. Como lembrança, correu na lotérica e comprou a caixa registradora que imprimiu o volante sorteado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.