Concessionária atacada em SP estima prejuízo de R$ 3 milhões

Loja foi inaugurada há apenas uma semana. Modelo de R$ 600 mil foi danificado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 20/06/2014 14:19 / atualizado em 20/06/2014 15:54

Agência Estado

REUTERS/Stringer/Brazil/Chico Ferreira

O grupo de concessionária Caltabiano estima um prejuízo de cerca de R$ 3 milhões com o ataque a loja da Mercedes-Benz na Marginal Pinheiros durante uma manifestação do Movimento Passe Livre (MPL) na noite desta quinta-feira, 19. A concessionária tinha sido inaugurada há apenas uma semana.

"É terrível isso que aconteceu e mostra que não há educação no Brasil. É muito errado destruir o patrimônio dos outros. Isso para mim não é manifestação", disse um vigia que chegava para trabalhar na concessionária na manhã desta sexta-feira, 20.

Ao todo 12 carros foram danificados, entre eles um CLS 63 AMG, modelo que custa R$ 599.900. O carro mais barato entre os que foram atacados custa R$ 53.400.


Nesta manhã, os vidros estavam por toda parte e no chão era possível ver os objetos utilizados pelos adeptos da tática Black Bloc para quebrar os carros. Eles aproveitaram uma caçamba de entulho que estava na frente da concessionária para pegar pedaços de madeira, ferro e pedregulhos.

Impressionado com o rastro de destruição, o empresário Nadir Koehler, de 44 anos, tirava foto da frente da concessionária. "Fiquei indignado com isso tudo. Sou do Piauí e não estou acostumado com essas cenas", disse Koehler. Ele veio a São Paulo buscar um carro da marca Land Rover da loja que fica ao lado. "É um absurdo", completou.

Responsáveis pela loja da Mercedes-Benz vão registrar o boletim de ocorrência no início da tarde desta sexta-feira no 14°DP (Pinheiros). Segundo funcionários, os carros ainda não foram retirados do local porque a seguradora da loja ainda não fez o laudo.

Duas outras concessionárias do mesmo grupo tiveram o vidro da frente danificado. Uma da Land Rover, ao lado da loja da Mercedes e uma da marca Mini Copper na Avenida Rebouças, também na zona oeste.
Tags: