16°/ 26°
Belo Horizonte,
22/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Movimento é fraco no sistema Anchieta-Imigrantes

Agência Estado

Publicação: 18/06/2014 19:49 Atualização:

São Paulo, 18 - Pouco mais de 34 mil veículos desceram a serra pelo sistema Anchieta-Imigrantes nesta quarta-feira, dia 18, véspera do feriado de Corpus Christi, quando era esperada uma movimentação maior de carros em direção ao litoral. Para evitar eventuais congestionamentos, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), de São Paulo, preparou um esquema de tráfego para facilitar a saída de carros da capital, enquanto a Ecovias, empresa que administra as estradas do Sistema Anchieta-Imigrantes, programou a operação descida, iniciando a contagem de carros a partir da meia-noite de ontem.

Diante da baixa movimentação, a expectativa é de que muita gente tenha deixado para empreender viagem nesta quinta-feira, 19, até porque, os jogos da Copa do Mundo podem ter feito com que muitos motoristas tenham mudado seus planos. Um outro ponto que talvez tenha desencadeado uma mudança de planos para a viagem foi a possibilidade de o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, vir a decretar feriado municipal na segunda-feira, 23, quando haverá um importante jogo na Arena do Itaquerão. Mas, de qualquer forma, a Ecovias e a Polícia Rodoviária traçaram esquemas que vão facilitar a vida de quem vier para o litoral. A estimativa é de que entre 160 mil e 270 mil veículos utilizem as estradas do sistema, desde a meia-noite de ontem até o próximo domingo.

O 1º Batalhão da Polícia Rodoviária suspendeu as folgas e as férias da corporação para reforçar o policiamento preventivo nas rodovias que dão acesso à Baixada Santista, litoral norte e sul, com atenção especial para o Sistema Anchieta-Imigrantes, rodovias Padre Manoel da Nóbrega, Cônego Domênico Rangoni e Manoel Hipólito do Rego.

Viaturas do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) vão ficar estacionadas em pontos estratégicos das estradas, objetivando garantir a fluidez e a segurança dos usuários. Por outro lado, a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), que administra as travessias de balsas em todo o litoral, também estará atenta para atender às necessidades dos motoristas, reforçando, ser for o caso, o número de embarcações na travessia Santos-Guarujá e São Sebastião-Ilha Bela.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.