13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

SC tem pelo menos 400 mil pessoas afetadas pelas chuvas

Agência Estado

Publicação: 13/06/2014 16:01 Atualização:

Florianópolis, 13 - Com pelo menos 400 mil pessoas prejudicadas por enchentes e deslizamentos de terra no último fim de semana, Santa Catarina volta ao estado de alerta sobre possibilidade de chuvas nos próximos dias. A região do Planalto Norte ainda não se recuperou dos estragos: os municípios de Mafra e Canoinhas ainda estão alagados. Segundo dados atualizados da Defesa Civil Estadual, 42 cidades foram afetadas, 30 decretaram situação de emergência, duas estão em estado de calamidade pública, 50 mil pessoas foram desalojadas, 6 mil desabrigadas, 28 ficaram feridas e duas morreram.

A previsão para este fim de semana, dias 14 e 15, é da chegada de uma nova frente fria vinda do Rio Grande do Sul. De acordo com o gerente de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Santa Catarina, Frederico Rudorff, a chuva poderá cair com maior intensidade na área entre os dois Estados. "Ao se aproximar de Santa Catarina, a frente fria perde força, o que não vai evitar chuva em várias regiões, mas com volume menor que lá", disse.

As previsões do Centro de Informações de Recurso Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina apontam para maior volume no Planalto e Litoral Sul e Oeste e Meio-Oeste. "Em 24 horas espera-se que o acúmulo supere 100 mm, o equivalente ao esperado por 15 dias", afirmou o meteorologista Marcelo Martins. Para o Planalto e Litoral Norte, regiões que ainda se recuperam das chuvas do último fim de semana, o volume deve ser menor, entre 20 e 30 mm. "Há risco de cheias nos rios e novos deslizamentos em todas as regiões", disse Martins.

Ainda atuando no socorro às vítimas do Planalto Norte, a Defesa Civil mantém o alerta para a possibilidade de cheias no Vale do Itajaí e na bacia do Rio Canoas. O gerente Rudorff chama atenção da população para a importância de acompanhar as informações nos diversos canais da Defesa Civil: "estamos atualizando constantemente para ter informações precisas".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.