Recife tem plano de mobilidade para impedir caos durante a Copa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 13/06/2014 13:06

Agência Brasil

As cenas de caos registradas na estação do metrô do Recife nas chegadas e saídas da Copa das Confederações, no ano passado, quando milhares de torcedores disputaram espaço nos vagões, não vão se repetir na Copa do Mundo. A informação é do secretário-executivo de Supervisão Técnica da Secretaria Extraordinária da Copa em Pernambuco, Sílvio Bompastor. Ele aposta em um plano de mobilidade que reduziu a criculação do metrô nos cinco dias de jogos na Arena Pernambuco.

“No ano passado, nós transportamos aproximadamente 60% das pessoas pelo metrô. Desta vez, estamos propondo que o metrô transporte apenas 30% porque implantamos outros modais possíveis, como o BRT, um ônibus de transporte rápido, com corredores exclusivos.”

Apesar do otimismo do secretário, as obras do BRT estão incompletas. Apenas duas das 16 estações prometidas ficaram prontas até o momento. Ao todo, 200 mil pessoas são esperadas para os cinco dias de jogos na Arena Pernambuco – 59% delas serão estrangeiros que devem optar pelo transporte coletivo. Quem quiser ir de carro vai ter de escolher um dos três estacionamentos periféricos, com preços médios de R$ 40.

Esse esquema especial de mobilidade foi necessário porque, ao contrário de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, onde os estádios localizam-se em áreas centrais, no Recife, a Arena Pernambuco fica no município de São Lourenço da Mata, há 19 km do Aeroporto Internacional dos Guararapes.

As tão faladas manifestações dos grupos anticopa são esperadas para o centro do Recife. O secretário diz que o sistema de segurança montado na cidade está preparado para evitar abusos. “Estamos realmente preparados, com 100% de certeza de que vai haver protestos, e vamos monitorá-los muito bem para que possam ser identificados e presos aqueles que estiverem ameaçando o patrimônio público e privado.”

Com reforço das tropas da Força Nacional, Recife será policiado por 5 mil policiais militares e mais de mil policiais civis. Eles vão patrulhar vários pontos montados na Arena Pernambuco e próximos a hotéis e praias da capital e região metropolitana.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.