Polícia enfrenta manisfestantes em São Paulo; Natal e Rio têm dia de greve

Policiais impediram que o grupo ocupasse a Radial Leste, que dá acesso ao estádio onde será realizada a abertura da Copa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 12/06/2014 10:47 / atualizado em 12/06/2014 11:41

Estado de Minas

REUTERS/Nacho Doce

Um conflito entre policiais e manifestantes na Zona Leste de São foi o primeiro distúrbio registrado no dia da estreia da Copa do Mundo no Brasil. O confronto ocorreu por volta das 10h15 em um cruzamento com a Radial Leste, próximo à estação Carrão do Metrô, quando o grupo que protestava tentou ocupar a avenida. A via dá acesso ao Estádio Itaquerão, onde será realizada a primeira partida, e está proibida de ser bloqueada.

Os policiais usaram balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral. Dois cordões de isolamento foram formados e avançaram contra os manifestantes. Um homem foi detido e uma repórter da CNN foi atingida no braço pelo estilhaço de uma bomba.

Greves pelo país
Em Natal, no Rio Grande do Norte, os motoristas de ônibus entraram em greve e 70% da frota não está rodando. Os grevistas reivindicam reajuste salarial de 16% e a paralisação foi iniciada à 0h desta quinta-feira.

No Rio de Janeiro, o sindicato dos aeroviários decretou greve, mas a paralisação não prejudicou o funcionamento dos aeroportos. Durante a manhã um piquete bloqueou a Avenida Vinte de Janeiro, na Ilha do Governador, que dá acesso ao aeroporto internacional Tom Jobim, o Galeão. Os manifestantes chegaram a fechar a via em direção ao terminal.
Com agências
Tags: