'Figurões' da Copa estampam postes em protesto contra Mundial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/06/2014 13:26 / atualizado em 09/06/2014 13:38

Flávia Maia /Correio Braziliense , Frederico Bottrel

Fred Bottrel/CB/DA Press

Cartazes com personalidades da Copa do Mundo no Brasil estão espalhados em postes de iluminação em Brasília. As imagens estampam caricaturas e críticas aos principais personagens ligados ao Mundial, chamados de “figurões” pelos cartunistas.

Entre os caricaturados estão o ex-jogador da Seleção Brasileira Ronaldo Fenômeno. Na imagem, ele aparece dando declarações polêmicas à imprensa e com o bolso cheio de dinheiro. A crítica decorre de recentes declarações do Fenômeno, membro do Comitê Organizador Local (COL), a respeito de desvio de dinheiro na Copa. O jogador afirmou estar de “saco cheio”. Em guinada política, ele pediu ainda que a população manifeste a indignação nas urnas, e não durante o Mundial.

Outro “figurão” retratado foi Jérôme Valcke. O secretário geral da Copa aparece no desenho como se tivesse levado um chute no traseiro. A imagem critica a declaração do secretário em março de 2012, na Inglaterra. Na ocasião, ele disse que a Copa no Brasil estava atrasada e muitas coisas não estavam funcionando: “O Brasil merece um chute no traseiro”.

João Havelange, ex-presidente da Fifa, é retratado como se fosse Dom Corleone, autoridade máxima de O poderoso chefão. O atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, aparece na caricatura como o imperador galáctico da série Star Wars.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.