14°/ 31°
Belo Horizonte,
02/SET/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Paraná já tem 86 cidades afetadas pelas chuvas

Agência Brasil

Publicação: 09/06/2014 11:37 Atualização: 09/06/2014 11:57

A chuva deixou marcas por todo o estado, em Curitiba moradores andam entre o material carregado pela enchente (Jonathan Campos / Gazeta do Povo)
A chuva deixou marcas por todo o estado, em Curitiba moradores andam entre o material carregado pela enchente

A chuva forte que atinge o Paraná desde o fim da semana passada deixou nove mortos e afetou 55.659 pessoas em todo o estado, segundo o último boletim divulgado hoje (9) pela Defesa Civil Estadual. As enxurradas e alagamentos deixaram 7.530 pessoas desalojadas, 2.436 desabrigadas e 2.286 estão em abrigos. Mais de 6,3 mil residências foram danificadas.

De acordo com a Defesa Civil estadual, 70 cidades estão em situação de emergência. A região central do estado é a mais prejudicada, principalmente os municípios de Guarapuava, Irati e Rebouças.

As de barreiras e alagamentos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a pista está interditada na BR-277, na altura do quilômetro (km) 306, em Guarapuava, por causa de queda de barreira. A pista também está interditada na BR-143, altura do km 340, em Rebouças, e km 364, em Rio do Sul, porque a rodovia está alagada.

A Polícia Rodoviária Estadual informa que na PR-180, a ponte sobre o Rio Piquiri está coberta pela água e o trânsito está interditado. Na PR-492, entre os municípios Paraíso do Norte e Rondon, a rodovia foi interditada devido ao alagamento da pista.

Segundo o Instituto Tecnológico Simepar, no Paraná ainda pode chuviscar nesta segunda-feira entre o leste e o litoral e também no noroeste e no norte. Nas demais regiões, o dia amanheceu com muita nebulosidade e com pouca visibilidade em vários municípios. O sol volta a aparecer com mais força a partir da tarde de hoje, principalmente no interior.

Segundo o governo estadual, estão sendo liberados R$ 6 milhões para os municípios comprarem vacinas, medicamentos, contratarem e pagarem hora extra aos profissionais de saúde.



Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.