15°/ 22°
Belo Horizonte,
21/AGO/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Grevistas reafirmam que aceitam abrir metrô com catraca livre em SP

Estado de Minas

Publicação: 06/06/2014 13:21 Atualização: 06/06/2014 13:55

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo deliberou, nesta quinta-feira, que aceita abrir normalmente os metrôs por um dia caso o governo estadual aceite que as catracas das estações fiquem livres para os usuários. A decisão, aprovada em assembleia, é uma forma de pressionar o governado Geraldo Alckmin (PSDB) para que as reivindicações sejam atendidas.

A proposta já havia sido apresentada ao governo no fim do mês passado para evitar que a população fosse atingida pela greve. A entidade exige que a negociação sobre a campanha salarial seja feita com o governo, maior acionista do metrô paulista. Alckmin não aceitou a proposta, alegando que isso provocaria desequilibro nas contas da empresa.

Esta sexta-feira foi o segundo dia da greve, que provocou mais de 230 quilômetros de lentidão no trânsito paulista e obrigou a prefeitura a manter o cancelamento do sistema de rodízio de carros na cidade. Mais da metade das estações do metrô ficaram paradas e houve confusão em pontos da zona leste da capital paulista.

Com piso salarial de R$ 1.323,55, os grevistas reivindicam aumento de 16,5% no salário, além de plano de carreira e ganhos no valor do vale refeição e vale alimentação, entre outros. Durante a negociação realizada nesta quinta-feira foi apresentada a proposta de 8,7% de aumento, que foi rejeitada pelos trabalhadores.

 

Com informações de agências 

Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.