Engenheiros responderão por mortes em queda de parede em Sorocaba em 2012

Engenheiros que não verificaram antes a estabilidade da estrutura vão responder por homicídio culposo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 05/06/2014 17:19 / atualizado em 05/06/2014 17:43

Agência Estado

Três engenheiros envolvidos na construção de um shopping vão responder pela morte de sete pessoas soterradas pela queda da parede de uma antiga fábrica de tecidos, em dezembro de 2012, em Sorocaba. De acordo com a Polícia Civil, eles agiram com imperícia ao retirar o telhado de uma construção com quase 100 anos sem pesquisar a estabilidade da estrutura. Os três profissionais, que não tiveram os nomes divulgados, vão responder por homicídio culposo, ou seja, não intencional.

De acordo com a delegada Daniela Lara Góes, que conduziu o inquérito, os responsáveis técnicos pela obra não tomaram os devidos cuidados para evitar o acidente. O fato de estar chovendo na noite do ocorrido não isenta os engenheiros de serem responsabilizados pela queda da estrutura. O acidente ocorreu cinco dias antes do Natal, na região central da cidade. A parede de tijolos aparentes da antiga fábrica de tecidos Santo Antonio desabou sobre carros e motos que transitavam pela Rua Comendador Oeterer. Das oito pessoas atingidas pelos escombros, apenas uma sobreviveu.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.