Homem que ateou fogo em crianças é denunciado por Ministério Público do DF

Rômulo Sebastião Nascimento de Souza vai responder na Justiça por latrocínio e fraude processual

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 30/05/2014 16:38

Correio Braziliense


O acusado de atear fogo e matar dois irmãos em Ceilândia, no dia 12 deste mês, foi denunciado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Rômulo Sebastião Nascimento de Souza vai responder na Justiça por latrocínio (roubo com morte) e fraude processual. A denúncia foi feita pela 5ª Promotoria de Justiça Criminal de Ceilândia. A investigação e a prisão foram conduzidas pela 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro).

O crime aconteceu na casa das vítimas. Drielly da Silva Santos, 13 anos, e João Guilherme da Silva Santos, 9, conheciam Rômulo. Ele era amigo do irmão mais velho das vítimas e conhecia a rotina da família. No dia 12 de maio, Rômulo sabia que os irmãos estavam sozinhos em casa. Como era conhecido, ele entrou no imóvel sem problemas, alegando ter esquecido a carteira. Ele alegou que o irmão mais velho devia dinheiro para ele e, por isso começou a retirar objetos da casa. As vítimas tentaram evitar o roubo e Rômulo amarrou os dois em quartos separados. Pegou os materiais e ateou fogo aos cômodos.

Rômulo foi preso em flagrante pouco tempo depois, na casa da namorada. Na 15ª DP, confessou o crime com naturalidade, segundo os investigadores. O assassino narrou com detalhes tudo o que aconteceu dentro da casa. Fez, inclusive, um desenho do interior da casa. Ele está preso desde o dia do crime. Se condenado, pode pegar mais de 30 anos de prisão.
Tags: