Explosão em posto de gasolina deixa 5 carros e 2 motos carbonizados em Recife

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 29/05/2014 09:41

Larissa Domingues /CorreioWeb

Roberto Ramos/DP/D.A Press

Uma cena chocante assustou os moradores da Estrada Velha de Água Fria, na Zona Norte do Recife, na noite desta quarta-feira. Explosões em um posto de gasolina localizado na via provocaram chamas gigantescas.

Por pouco, o incidente não transformou­-se em tragédia. O estabelecimento tem cinco funcionários e todos trabalhavam na hora do incêndio. Também havia oito carros de clientes e um caminhão de abastecimento de combustíveis no posto no momento das explosões. Dos oito veículos, três não foram atingidos, os outro cinco ficaram carbonizados, além de duas motos. Apesar da quantidade de pessoas, ninguém ficou ferido e o fogo só provocou danos materiais.

Quem passa pelo local depois que as chamas foram controladas tem dificuldades em imaginar como as pessoas sobreviveram, porque o cenário é de guerra. A loja de conveniência e os caixas eletrônicos, inacreditavelmente, não foram atingidos. Ninguém soube dizer o que causou o sinistro.

O Corpo de Bombeiros deslocou quatro viaturas e precisou de aproximadamente uma hora e meia para conter as chamas. A Polícia Militar também trabalhou no local, isolando as ruas próximas. Algumas pessoas que passavam pelo posto disseram que um carro era abastecido quando houve uma explosão e, em seguida, outra maior. Mas não foram divulgadas informações oficiais a respeito do que teria provocado as chamas.

Um taxista de 30 anos, que não quis se identificar, estava abastecendo ao lado do caminhão de combustível. Ele afirmou à reportagem do Diario que viu quando o motorista do veículo encaixou a mangueira de forma errada no caminhão e a gasolina começou a vazar. Como se encontrava próximo, resolveu falar para o motorista sobre o vazamento. Neste momento, uma motocicleta que também abastecia no local deu partida e o gás liberado pela moto atingiu a gasolina que estava vazando.

O frentista Thiago Pereira, 25 anos, que trabalha no estabelecimento há pouco mais de um ano, estava do lado de fora quando tudo aconteceu. Ele disse que o incêndio começou por volta das 20h30. “Foi tudo muito rápido. Só vi o fogo em cima de mim e corri. Não deu tempo ver nada. Mas o caminhão de combustível estava parado na hora, não estava abastecendo.”

Paulo Luciano, 52, passava pela área no momento da explosão. “As pessoas começaram a sair das casas com medo que as chamas atingissem outros locais”. A residência ao lado do posto ficou queimada e o dono teve perdas materiais.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.