20°/ 35°
Belo Horizonte,
01/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Morador do Alemão morre durante tiroteio na comunidade

Agência Estado

Publicação: 28/05/2014 12:01 Atualização:

Rio de Janeiro, 28 - Um homem morreu e outros dois ficaram feridos após um protesto no Complexo do Alemão, zona norte do Rio, na noite dessa terça-feira, 27. Moradores do conjunto de favelas protestavam contra a prisão de Romário de Morais da Silva, conhecido como Romarinho, e atearam fogo em um ônibus que passava pela Estrada Adhemar Bebiano (também conhecida como Estrada Velha da Pavuna). O policiamento segue reforçado no local.

Houve troca de tiros durante a manifestação e o mototaxista Caio de Moraes da Silva, de 20 anos, foi baleado no peito. Ele chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão, mas não resistiu aos ferimentos. Fausto Sobral, de 56, foi ferido na perna durante o confronto, atendido na UPA e depois transferido para o Hospital Estadual Getúlio Vargas. Um policial foi atingido por estilhaços na mão.

O protesto começou em frente ao quartel da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), na Avenida Itaoca. Os manifestantes chegaram a fechar a Avenida Itararé por alguns minutos. Em nota, o CPP afirmou que os policiais da UPP do Alemão que acompanhavam o protesto foram alvo de tiros vindos de dentro de uma das favelas. Uma viatura da UPP Nova Brasília.

Além dos policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Alemão, agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Policiamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs patrulham o conjunto de favelas.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.