Polícia entra em confronto com manifestantes contra a Copa do Mundo em Brasília

Manifestantes tentaram se aproximar do Estádio Mané Garrincha, onde a taça da Copa está em exposição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 27/05/2014 17:32 / atualizado em 27/05/2014 17:50

Correio Braziliense

Janine Moraes/CB/D.A Press
Cerca de 2,5 mil pessoas caminham em direção ao estádio Mané Garrincha em um protesto contra a Copa do Mundo. O grupo saiu da Rodoviária do Plano Piloto por volta das 16h30 desta terça-feira (27/5) e segue pela via N1, bloqueando todas as seis faixas, no sentido Palácio do Buriti. Policiais militares do Batalhão do Choque bloqueiam o acesso dos manifestantes ao Estádio Nacional. Eles usam bombas de gás para dispersar os manifestantes, que fazem parte do de movimentos como Comitê Popular contra a Copa do Mundo, o Juntos, e do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Também estão na manifestação os índios que fizeram parte de protestos na Praça dos Três Poderes nesta manhã. Com o acesso ao Eixo Monumental bloqueado pelos manifestantes, alguns motoristas que já estavam na via tiveram que retornar de ré para não entraram no protesto. Alguns abandonaram os carros e fugiram pelo gramado central. O trânsito no Eixo Monumental já provoca reflexo nas pistas do Anexo dos Ministérios. O engarrafamento começa na altura do Congresso Nacional, até o cruzamento com a W3. Alguns índios atiraram flechas contra os policiais. Outros manifestantes jogaram restos do material da obra das ciclovias contra os militares.
Tags: