Ladrões queimam atendentes em guichê do Metrô de SP

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 27/05/2014 10:07 / atualizado em 27/05/2014 10:37

Agência Estado

Uma tentativa de assalto a um guichê na Estação Capão Redondo (Linha 5-Lilás do Metrô), no início da tarde desta segunda-feira, 26, terminou com duas pessoas feridas com queimaduras.

Por volta das 14h50, um grupo com até quatro homens anunciou um assalto ao guichê de venda do Bilhete Único da Estação Capão Redondo, na zona sul da capital paulista. Para forçar a saída dos funcionários da área blindada, os criminosos se aproximaram do vidro e jogaram um "coquetel molotov" no interior da cabine - uma garrafa pet com líquido inflamável.

O objeto pegou fogo e duas funcionárias se feriram. Segundo o Metrô, elas foram socorridas ainda na estação e, em seguida, encaminhadas ao pronto-socorro da região. Os assaltantes conseguiram fugir e, até as 21h, ninguém havia sido preso.

A Polícia Militar foi chamada para atender à ocorrência, mas informou que foram os funcionários da companhia que preservaram o local. A empresa disse em nota "lamentar" o ocorrido. A Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom) está investigando o caso.

Outro caso
Em novembro de 2007, uma tentativa de assalto a um guichê de venda e recarga de Bilhete Único terminou com um bandido morto, um preso e um policial militar baleado na Estação Patriarca do Metrô, na zona leste. Pelo menos oito bandidos armados entraram na estação e dominaram o funcionário do guichê, exigindo dinheiro. Uma testemunha do assalto acionou a polícia.

Os policiais conseguiram cercar parte dos bandidos antes de o roubo acontecer. Alguns dos criminosos fugiram nos próprios carros em que chegaram, outros pela linha ferroviária. Um deles foi baleado e morreu quando era atendido no Pronto-Socorro do Tatuapé. Quem fugiu não conseguiu levar o dinheiro.
Tags: