Mesmo com chuva em SP, cai volume de água no Cantareira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 26/05/2014 11:31

Agência Estado

São Paulo, 26 - Apesar das chuvas que atingiram a Grande São Paulo no fim de semana, a reserva de água no Sistema Cantareira, que abastece cerca de oito milhões de pessoas na região, caiu 0,1% nesta segunda-feira, 26. Com isso, o volume acumulado de água chegou a 25,5% da capacidade total.

No domingo, os reservatórios do Cantareira contavam com 25,6%. Desde 15 de maio, por determinação do governador Geraldo Alckmin (PSDB), a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) está retirando água do volume morto para tratamento e posterior venda para o consumidor.

Naquele dia, o volume útil de água das represas do Cantareira havia chegado a 8,2% da capacidade total de armazenamento. Desde então, com o acréscimo do volume morto, a quantidade total de água armazenada subiu.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas do fim de semana se concentraram mais ao sul do Estado de São Paulo - o Cantareira, por sua vez, fica mais ao norte, já na divisa com Minas Gerais.

Na cidade de São Paulo, onde a chuva foi constante nos últimos dias, houve acúmulo de 48,1 milímetros de chuva desde sexta-feira, 23, segundo a técnica em meteorologia do Inmet, Simone Souza. De acordo com ela, esse volume não é tão elevado. "Porque ficou na garoa, e as pessoas acabam confundindo, achando que vou choveu bastante."

A previsão da Climatempo mostra possibilidade de chuva na Grande São Paulo nesta segunda-feira, com máxima prevista de 22 graus Celsius. Ao longo da semana, deve chover ainda na quarta-feira. Nos demais dias, não há previsão de precipitações.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.