Varejo quer maior proteção em caso de greve da polícia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 22/05/2014 10:07

Agência Estado

São Paulo, 22 - Os varejistas brasileiros estão negociando com governadores maior proteção ante possíveis escaladas de violência e greves de policiais no Brasil, disse nesta quinta-feira, 22, a presidente do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano. A executiva participa em São Paulo de mesa-redonda com outros executivos do setor de varejo e consumo em evento em São Paulo.

A executiva mencionou o período de greve de policiais no Recife, quando ocorreram saques a lojas. "Estamos ligando para governadores pedindo que, no momento em que a polícia local entrar em greve, é preciso mandar a polícia federal", disse Luiza. Ela mencionou que a preocupação não é exclusiva do Magazine Luiza e destacou que a rede que ela comanda tem esquemas de segurança próprios que podem ser acionados.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.