Grevistas prometem volta ao trabalho, mas exigem reunião

Categoria quer negociar com a presença do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 21/05/2014 20:01 / atualizado em 21/05/2014 20:43

Agência Estado

O grupo de motoristas e cobradores grevistas promete voltar a trabalhar na madrugada desta quinta-feira, 22. A decisão foi anunciada após reunião na Delegacia Regional do Trabalho (DRT) na noite desta quarta-feira, 21, e está condicionada a uma reunião com o prefeito Fernando Haddad (PT), às 10h de amanhã. A intenção da DRT é que Haddad reabra as negociações da campanha salarial.

Segundo o superintendente do Ministério do Trabalho, Luiz Antonio Medeiros, as empresas estão intransigentes e não aceitaram negociar com os grevistas. Por isso, agora ele espera que Haddad possa ajudar a abrir a discussão. O prefeito, porém, ainda não foi comunicado. O sindicato patronal obteve liminar nesta quarta-feira que obriga cada linha de ônibus a circular com no mínimo 75% de sua capacidade amanhã. Se a decisão não for cumprida, será aplicada multa.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.