Tatto: homens armados invadem ônibus e cortam correias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 21/05/2014 16:31 / atualizado em 21/05/2014 19:25

Agência Estado

O secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, afirmou na tarde desta quarta-feira, 21, antes de iniciar uma reunião com o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, que a cidade de São Paulo já tem 15 ocorrências de pessoas armadas que invadiram ônibus, roubaram as chaves dos veículos e cortaram as correias dos motores. Essas pessoas estariam agindo de moto na região sul da cidade.

Um assessor de Tatto citou localidades como a Avenida Dona Belmira Marim, Jardim Cocaia, a região do Grajaú e da Cidade Dutra como as áreas onde ocorreram esses ataques. O secretário disse que iria solicitar a Fernando Grella apoio para garantir segurança aos motoristas que tentam trabalhar.

Sabotagem

Mais cedo, Tatto voltou a classificar o movimento como uma sabotagem e anunciou a suspensão do rodízio na tarde desta quarta-feira. Segundo o secretário, o sindicato que representa as empresas de ônibus tenta buscar junto à Delegacia Regional do Trabalho a decretação da ilegalidade do movimento grevista que prejudica a cidade desde esta terça-feira, 20.

Na prática, isso significaria a possibilidade de demissão por justa causa de motoristas e cobradores que participam do movimento, não reconhecido pelo sindicato oficial que representa a categoria.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.