Governador do Rio não vê clima de greve no Estado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 20/05/2014 19:07

Agência Estado

Rio, 20 - O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), afirmou que a população do Estado pode ficar tranquila, apesar das paralisações previstas para quarta-feira, 21. "Tenho recebido todas as lideranças sindicais da Polícia Militar, da Polícia Civil e não vejo esse clima de greve no Estado do Rio de Janeiro", disse, ao sair de uma visita ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa.

Para Pezão, "é natural que existam as reivindicações". No entanto, segundo ele, o governo concedeu em fevereiro um reajusto de 12% para a área de segurança. "Nós demos mais de 120% de aumento em sete anos", afirmou. "Claro que ainda não é o ideal. Mas nós estamos num ano de lei de responsabilidade fiscal, de encerramento fiscal de um mandato", disse. "Se melhorar a arrecadação e eu tiver chance, eu tenho até 30 de junho, 2 de julho, para mandar a emenda para a Assembleia Legislativa", afirmou. De acordo com Pezão, se for necessária ajuda federal, ela será requisitada. "Esse tabu já foi quebrado no Rio. Se a gente precisar de ajuda, peço força de segurança, peço tudo. A gente viu o péssimo exemplo que foi a paralisação em Pernambuco", finalizou.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.