16°/ 26°
Belo Horizonte,
22/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em SP, 70 usuários podem sair de ação anticrack

Agência Estado

Publicação: 19/05/2014 22:07 Atualização:

São Paulo, 19 - O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta segunda-feira, 19, que cerca de 70 usuários de crack do programa De Braços Abertos não estão trabalhando nem uma hora por semana. Por isso, passarão por uma avaliação médica para saber, caso a caso, como a Prefeitura deve proceder. Como adiantou o Estado no dia 15, os participantes que não estiverem cumprindo a carga horária de trabalho e deixarem de apresentar justificativa serão excluídos do programa e perderão o direito de morar em hotéis pagos pela Prefeitura.

"Das 399 pessoas do programa, 318 estão trabalhando em alguma medida. Não as 20 horas por semana, como é requisito do programa, mas de acordo com as suas possibilidades, até de saúde - física e mental. Você não pode, sob pena de comprometer o programa, expô-las a um tipo de pressão que um trabalhador em geral recebe no seu dia a dia porque está gozando de plena saúde", afirmou o prefeito.

Segundo Haddad, a avaliação médica será feita para saber se a saúde é o motivo pelo qual esses participantes não estão trabalhando ou se eles "estão com práticas que não são condizentes com o programa". Como exemplo, o prefeito citou um ex-participante do Braços Abertos que foi preso por tráfico de drogas. "Depois da avaliação médica, faremos uma avaliação caso a caso para saber como proceder. Se é preciso uma outra abordagem, se é preciso um ou outro tipo de tratamento para essa pessoa específica", disse o prefeito.

De acordo com Haddad, em contrapartida aos que não estão trabalhando, há 40 usuários que estariam aptos a trabalhar com carteira assinada e há empresários interessados em oferecer a eles uma oportunidade de emprego. Esses participantes também devem ser transferidos para um novo hotel nas próximas semanas.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.