12°/ 20°
Belo Horizonte,
29/JUL/2014
  • (9) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Não havia risco de colisão entre aeronaves, diz FAB sobre incidente em Sergipe Um piloto impediu a decolagem de um avião que seguia de Aracaju para Maceió por acreditar que teria risco de colidir com um helicóptero

Correio Braziliense

Publicação: 15/05/2014 17:32 Atualização: 15/05/2014 17:40

A Força Aérea Brasileira (FAB) afirmou nesta quinta-feira, em nota oficial, que não havia risco de a aeronave da companhia Azul Linhas Aéreas Brasileiras colidir com um helicóptero, que se aproximava do aeroporto de Santa Maria, em Aracaju (SE). O piloto teria informado aos passageiros que, se a decolagem não fosse interrompida, o impacto frontal entre as duas aeronaves ocorreria 20 segundos. O avião seguia de Sergipe para Alagoas. O comandante disse ainda que incidentes como esse acontecem com frequência no local.

Para a FAB, não houve falha no controle de tráfego aéreo. "O trajeto previsto e efetuado pelo helicóptero em aproximação, que operava em condições visuais, é um procedimento normal e não cruzaria a rota de decolagem que seria utilizada pela aeronave da Azul. Portanto, em função de trajetos totalmente distintos, não havia risco de colisão entre as duas aeronaves". A nota ressalta ainda que a decisão de abortar a decolagem é de responsabilidade do comandante da aeronave. Sobre a denúncia de incidentes recorrentes no aeroporto de Aracaju, a Força Aérea respondeu que nos últimos três anos, nenhuma ocorrência deste tipo foi registrada no terminal.

Ao jornal Correio Braziliense, a Azul alegou que a decolagem foi interrompida após receber indicação de potencial colisão entre as aeronaves. "A ação foi uma manobra de caráter preventivo, executada sem colocar em risco a segurança dos ocupantes e sem causar danos ao avião.” "Após o ocorrido, a aeronave retornou ao terminal onde foi posteriormente inspecionada pelos técnicos de manutenção e liberada para o voo com atraso de uma hora" concluiu.

Infográfico divulgado pela FAB mostra a rota de voo da aeronave da companhia Azul e do helicóptero (verde) (FAB/Divulgação)
Infográfico divulgado pela FAB mostra a rota de voo da aeronave da companhia Azul e do helicóptero (verde)
Tags:

Esta matéria tem: (9) comentários

Autor: francisco costa filho
De acordo com o infográfico da fab, não havia realmente perigo de colisão, visto que o helicóptero estava ingressando na perna do vento e a aeronave da azul estava decolando. teria que manter a rota de decolagem até iniciar curva a esquerda este é um procedimento normal. azul amarelou. | Denuncie |

Autor: Francisco FERREIRA
Principalmente em ano de eleição,nenhum órgão público merece credito.Vejam, se houvesse ocorrigido um acidente,a burocracia vai exigir anos p/solucionar. Pior: e se morresse todo mundo? Mande a buriocracia a merda. PARABÉNS SENHOR !> Independente de hilicoptero ou não. | Denuncie |

Autor: Bruno ..
Ou o piloto está doido ou a informação não está correta... | Denuncie |

Autor: Charliton Machado
Parabéns a este Piloto. Evitou-se uma possível tragédia | Denuncie |

Autor: domicio junior
Acredito mais no piloto do que na nota da fab | Denuncie |

Autor: Marcos
Preventivamente, em função do aviso do TCas e antes da velocidade de decisão a abortagem da decolagem foi a decisão MAIS CORRETA | Denuncie |

Autor: José Resende
Tá na cara que houve falta de informação. Agora, com a lei que protege o sigilo das informações, é que o passageiro ficará cada vez mais nas mãos "de qualquer um". Helicópteros, muitos, cruzando a pista dos aviões? Só no extremo oriente... 5 mundo... | Denuncie |

Autor: Juliano Batista de Souza Brandao
No voo da Air France a culpa foi do piloto... Nesse o sistema anticolisão soou o alarme e o piloto tomou a decisão mais sábia, não por em risco a vida de quem estava sob sua responsabilidade!!! Atitude corretíssima, pq se houvesse colisão, a culpa era do piloto! | Denuncie |

Autor: Leandro Almeida
Então foi o piloto que quis aparecer. Também achei muito estranho ele dizer que isso é recorrente no aeroporto (um fato grave desses). Se fosse mesmo, já teria vindo a tona há muito tempo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.