18°/ 28°
Belo Horizonte,
23/NOV/2014
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Recife tem dia violento com greve da PM; escolas e comércio fecham Pernambuco vive clima de insegurança com assaltos e assassinatos. Força Nacional chegou ao estado na manhã desta quinta-feira

Estado de Minas

Publicação: 15/05/2014 16:49 Atualização: 15/05/2014 17:39

Lojas foram arrombadas e assaltadas em toda a Região Metropolitana do Recife (Allan Torres/Esp. DP/D.A Press)
Lojas foram arrombadas e assaltadas em toda a Região Metropolitana do Recife

O medo causado pela greve dos policiais e bombeiros militares, iniciada nesta terça-feira, 13, fez com que a movimentação de pessoas no Recife e na região metropolitana parasse nesta quinta-feira, 15. Ocorrências de assaltos e arrastões rapidamente compartilhados nas redes sociais criaram um clima de pânico.

Lojas, supermercados, escritórios, órgãos públicos e faculdades suspenderam as atividades e a movimentação que se via até as 15 horas, no centro da capital, era somente de pessoas tentando pegar ônibus ou táxi para retornar às suas casas.

Na praça do Derby, área central da cidade, houve tiros para coibir uma tentativa de assalto. Grupos fizeram arrastões na avenida Conselheiro Aguiar, no bairro do Pina, na zona sul. Pedestres também foram assaltados no bairro da Ilha do Leite e um carro foi incendiado em frente a uma churrascaria em Boa Viagem. Também houve arrastão em um hipermercado da zona norte da capital.

O clima de insegurança se disseminou a partir de saques ocorridos na noite de quarta no município de Abreu e Lima, onde lojas foram arrombadas e as pessoas carregavam geladeiras, fogões, televisores, computadores. Na manhã desta quinta-feira, mercados de bairros em Abreu e Lima também foram alvo de vândalos que levavam as mercadorias roubadas em carrinhos de mão.

Vejas imagens da violência em Recife


Os shoppings Boa Vista, Recife, Plaza, Tacaruna, Rio Mar e Paço Alfândega decidiram encerrar as atividades de hoje às 16h. O primeiro a fechar as portas foi o Shopping Guararapes, por volta das 14h30, após sofrer uma tentativa de assalto na loja Belle Bijou. Até o momento, essa foi a única ocorrência confirmada dentro de um centro de compras. No entanto, após o ocorrido no Guararapes, os representantes dos shoppings se reuniram e decidiram por fechar às 16h. Circularam imagens nas redes sociais de pânico e fechamento de lojas no Shopping Recife, mas de acordo com o mall uma cliente caiu na praça de alimentação e alguns consumidores correram assustados por conta do ruído, gerando o medo de arrastão pelo centro de compras.

A Secretaria de Educação e Esportes do Estado (SEE) informou que as aulas nas escolas da rede estadual na Região Metropolitana do Recife (RMR) serão realizadas somente até às 17h desta quinta-feira, ficando suspensas no turno da noite. No caso das escolas localizadas no interior do Estado, as Gerências Regionais Educação (GRE) e os diretores das unidades vão avaliar juntos a possibilidade da realização das aulas no turno da noite desta quinta-feira (15). A medida visa preservar os alunos e a comunidade escolar. As classes serão retomadas para expediente normal nesta sexta-feira, 16 de junho, tanto no interior quanto na Região Metropolitana.

Soldados da Força Nacional fazem patrulha nas ruas de Recife após onda de saques (MICHELE SOUZA/JC Imagem/AFP)
Soldados da Força Nacional fazem patrulha nas ruas de Recife após onda de saques

Força Nacional

Homens da Força Nacional de Segurança chegaram nesta quinta-feira ao Recife para reforçar a segurança. O general do Exército, José Carlos de Nardi, ex-chefe do Estado Maior das Forças Armadas, foi anunciado para comandar a operação de segurança no Estado.

Nesta quinta, os grevistas realizaram uma passeata pelo centro do Recife. Em cima de um carro de som, acompanhados por cerca mil profissionais, segundo estimativa dos próprios trabalhadores, os manifestantes fizeram buzinaços e apitaços e se revezaram ao microfone, expondo a situação do policial militar e criticando a gestão do ex-governador Eduardo Campos (PSB). "Esta crise foi criada no governo Campos", afirmou o líder do movimento, soldado Joel Maurino. "Com o programa Pacto pela Vida o governador ganhou prêmio internacional e vai se candidatar à presidência da República, mas o Pacto não é tudo o que ele diz".
Tags:

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: airton coelho
Fechado com os integrantes da gloriosa e bicentenária do nosso Pernambuco. Pagam salários de marajás para os mauricinhos/patricinhas da PF, PRF, PFF, MP e outros órgãos e não querem pagar salários justos para os guerreiros. A sociedade de bem está com os mesmos e exigem aumento de salário para eles. | Denuncie |

Autor: Julio Cesar
Isso mostra que nosso nível de civilidade. Boa parte da nossa população são como animais que só são contidos pela possibilidade de darem mau e não pela consciência de estar prejudicando o próximo. Temos realmente os governantes que merecemos. Povinho. Parabéns para a PM. Mostram que sao muito uteis. | Denuncie |

Autor: Jose Gouveia
Todo mundo que saqueia loja é bandido. Não adianta inventar outro nome. Infelizmente grande parte da população não sabe mais o que é moral, ética e civismo. Se os governantes não tomarem medidas não demora nos transformaremos num grande Haiti. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.