Preso mais um suspeito da morte do menino Bernardo

Em seu decreto, o juiz avalia que o terreno onde foi encontrado o corpo de Bernardo, morto em 4 de abril, "é de difícil escavação" e que portanto é provável que um homem tenha ajudado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/05/2014 17:01 / atualizado em 10/05/2014 17:53

Estado de Minas

7° BPM/ Três Passos / Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu temporariamente em Frederico Westphalen, no norte do Estado, um quarto suspeito de envolvimento na morte de Bernardo Boldrini. Evandro Wirganovicz, irmão da assistente social Edelvânia Wirganovicz, é suspeito de ter participado da morte do menino e teve a prisão decretada por 30 dias pelo juiz Fernando Vieira dos Santos, da Comarca de Três Passos (RS).

Em seu decreto, o juiz avalia que o terreno onde foi encontrado o corpo de Bernardo, morto em 4 de abril, "é de difícil escavação" e que portanto é provável que um homem tenha ajudado. Além disso, segundo Santos, testemunhas apontaram que Evandro Wirganovicz esteve no local do crime um ou dois dias antes.

O pai de Bernardo, Leandro Boldrini, a madrasta Graciele Ugulini, e Edelvânia, amiga de Graciele, estão em prisão preventiva desde 14 de abril, quando a assistente social admitiu o crime. Bernardo foi encontrado em um matagal de Frederico Wesphalen, a 80 quilômetros da casa onde morava, em Três Passos (noroeste do Rio Grande do Sul).

Com Agência Estado
Tags: