Sindicato diz que 325 ônibus foram depredados no Rio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 08/05/2014 11:49 / atualizado em 08/05/2014 12:10

Agência Estado

O Rio Ônibus, sindicato que representa os quatro consórcios que operam o sistema de transporte coletivo no Rio, afirma que 325 ônibus foram depredados na cidade na manhã desta quinta-feira, 08. A paralisação dos rodoviários foi iniciada de madrugada, com piquetes em frente às garagens.

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio, Sebastião José, homens em motos e carros, encapuzados, estão parando coletivos nas ruas e forçando os motoristas a parar de trabalhar.

Sebastião calcula que 30% dos motoristas e cobradores (são cerca de 40 mil profissionais) estão parados, mas a adesão parece bem maior.

A categoria conseguiu reajuste salarial de 10% e 40% de aumento na cesta básica, que foi de R$ 120 para R$ 150. No entanto, os grevistas querem reajuste de 40% e cesta básica no valor de R$ 400, além do fim do acúmulo das funções de motorista e cobrador. Segundo o sindicato, o acordo havia sido aceito pela maioria.

"Tinha 350 pessoas na assembleia e só 30 queriam greve. Mostramos que conseguimos o melhor reajuste do País, que greve não melhora a proposta patronal. Ninguém conseguiu 10%. Em Porto Alegre e em Belo Horizonte fizeram greve e eles conseguiram 7 ou 7,5%", disse o dirigente. "A tendência é a adesão crescer, porque tem muita gente batendo em motorista na rua. O clima é de guerra, o Rio virou um barril de pólvora. Deve ter interesse político, porque motorista de ônibus não tem essa estrutura, carro, moto."
Tags: