Greve afeta transporte de malas no aeroporto de Cumbica

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 07/05/2014 18:19

Agência Estado

São Paulo, 07 - Funcionários da Swissport, empresa responsável por tirar as malas dos aviões e colocá-las nas esteiras, entraram em greve à meia-noite desta quarta-feira, 07, no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP). A categoria protesta contra mudança na jornada de trabalho de seis para oito horas diárias.

Segundo o Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (Sindigru), a Lei 1232, que regulamenta a profissão, determina que a carga horária na pista não ultrapasse seis horas. A Swissport, no entanto, considera que a paralisação é ilegal porque os funcionários da empresa não pertenceriam à categoria dos aeroviários e, por isso, o Sindigru não os representariam.

A Swissport é terceirizada e trabalha com algumas companhias aéreas, como a Gol. Já a TAM possui funcionários próprios para o serviço.

Em nota, o aeroporto informou que está em contato com as companhias aéreas para "auxiliar no plano de ação e minimizar os impactos na restituição de bagagens".
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.